Até o dia 28 de julho, os Analistas-Tributários ativos que ingressaram no serviço público antes do dia 4 de fevereiro de 2013, podem fazer a opção de migração do Regime Próprio (RPPS) para o Regime de Previdência Complementar (RPC). Os servidores que decidirem migrar para o RPC podem optar por aderir ou não à Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal (Funpreso). Para auxiliar na tomada destas decisões, o Sindireceita disponibilizou um sistema online de análise de cenário aos ATRFBs. Confira abaixo a documentação necessária para acessar a plataforma.

A decisão de migração é irrevogável e irretratável. Os servidores que decidirem não migrar ao RPC, permanecerão nas regras atuais e estarão passíveis de sofrer os impactos das reformas previdenciárias futuras. Caso decidam migrar para o RPC, a Previdência dos servidores será limitada ao teto do Regime Geral. Acessando o sistema de análise de cenário, os ATRFBs podem fazer projeções futuras de como será a sua remuneração quando se aposentarem e estar munidos de importantes informações, que subsidiarão a sua tomada de decisão.

Antes de acessar o sistema desenvolvido pelo Sindireceita, os Analistas-Tributários devem acessar o formulário do Simulador de Aposentadoria, desenvolvido pela Controladoria-Geral da União, para realizar o cálculo da data de sua aposentadoria.

Após esta etapa, os Analistas-Tributários devem solicitar a chave de acesso ao sistema desenvolvido pelo Sindireceita, entrando em contato com o Centro de Atendimento Jurídico ao Filiado (CAJF) pelo telefone: (61) 3962-2303 ou (61) 3962-2304. A chave de acesso distribuída aos ATRFBs é gratuita.

É importante que os Analistas-Tributários tenham em mãos as suas fichas financeiras desde 1994, mês a mês, com o espelho de todas as suas contribuições desde julho de 1994 (seja no regime geral ou próprio), além da data de ingresso no serviço público. Os documentos serão necessários para preencher as informações exigidas na plataforma de análise de cenário do Sindireceita.

A chave de acesso será enviada ao filiado por e-mail. Caso o Analista-Tributário não encontre a mensagem em sua caixa de entrada, deve verificar, também, a caixa de spam. Na mensagem enviada, há um link intitulado “Ativar meu cadastro”, bastando que o servidor clique neste link para ser direcionado ao sistema de análise de cenário do Sindireceita, onde poderá fornecer as informações exigidas para ativar a sua conta na plataforma e fazer as projeções.

Clique aqui para ler mais informações sobre o sistema de análise de cenário e confira abaixo o passo a passo sobre a utilização da plataforma: