O Analista-Tributário da Receita Federal do Brasil, Ricardo de Lima Sedeu, é o autor do artigo “Pink Floyd – The Wall: um processo de “psicotização”. Sedeu é Bacharel em Ciências Econômicas pela UFRJ, Psicanalista e Membro Efetivo do Círculo Brasileiro de Psicanálise – Seção Rio de Janeiro (CBP-RJ). 

O artigo, publicado na revista Estudos de Psicanálise nº 39, Belo Horizonte, de julho deste ano, analisa o personagem Pink, protagonista do filme Pink Floyd – The Wall, do ponto de vista da psicanálise. São feitos comentários sobre algumas das músicas que compõem o filme, descrevendo-se o que vai acontecendo no mundo interno de Pink e o caminho percorrido por ele rumo à psicose. Ao longo do artigo, são apresentados alguns conceitos psicanalíticos considerados importantes para o entendimento do caso. 

Ricardo de Lima Sedeu ingressou na Receita Federal em 1993 e iniciou suas atividades na antiga ARF/Centro-Sul da DRF/Centro-Sul/RJ. Após 4 anos, Sedeu passou a trabalhar na Divisão de Arrecadação da SRRF/7ª RF. Em 2005, tornou-se supervisor de Atendimento da 7ª RF, ficando na função por 2 anos. Em seguida, o ATRFB assumiu como chefe substituto da DIRAC (Divisão de Arrecadação e Cobrança) da SRRF/7ª RF, função que exerceu por cinco anos (2007-2012). Atualmente, Ricardo Sedeu está lotado na SACAT (Seção de Controle e Acompanhamento Tributário) da IRF/RJO. 

Veja o artigo completo.