Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil (RFB) atuaram na apreensão de 326 quilos de cocaína na madrugada desta quarta-feira, dia 25, no Porto de Santos, no litoral de São Paulo. A droga foi localizada por equipes da Alfândega de Santos e estava no interior de um contêiner carregado com papel, que teria como destino final o Porto de Antuérpia, na Bélgica.

Na ocasião, as equipes da RFB foram acionadas para verificar ocorrência em um armazém localizado na margem direita do Porto de Santos. Após verificação no pátio do local, os servidores localizaram o contêiner contaminado com 326 quilos da droga.

A RFB acredita que a cocaína tenha sido colocada na carga por meio da técnica criminosa de rip-off modality, que consiste na inserção de drogas em carga lícita sem o conhecimento dos exportadores e importadores. A cocaína apreendida foi entregue à Delegacia de Polícia Federal de Santos, que conduzirá as investigações sobre o assunto.

Como atividade essencial à proteção da sociedade e do Estado, os Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil que atuam na Aduana mantêm a rotina de trabalho nos postos de fronteira terrestre, aeroportos e portos de todo o país.

Inclusive, os Analistas-Tributários reforçaram sua atuação para contribuir com a sociedade nesse momento, reafirmando o objetivo de garantir controle aduaneiro nas atividades de importação e exportação e, principalmente, assegurar a realização das atividades de fiscalização, vigilância e repressão, mesmo durante a pandemia de Coronavírus.

Os Analistas-Tributários estão na linha de frente atuando na facilitação do comércio exterior, mas agindo também para garantir o combate ao contrabando, descaminho e tráfico internacional de drogas por todo o país.

Nosso objetivo é facilitar e manter a segurança do fluxo do comércio internacional por nossas fronteiras.

*Com informações do Informe-se Nacional, RF08.