Em ação realizada na quarta-feira, 13 de maio, equipes da Alfândega de Santos com a atuação de Analistas-Tributários apreenderam 556 kg de cocaína escondidos em uma carga prestes a ser exportada para a Europa.
A carga declarada de farelo de soja teria como destino final o Porto de Antuérpia, na Bélgica. Ela foi selecionada para conferência através de critérios objetivos de análise de risco, incluindo a inspeção não intrusiva por escâner e utilização dos cães de faro da Unidade.

As atividades aduaneiras são essenciais para a sociedade e, apesar da Covid-19, neste ano, a Alfândega de Santos já evitou o envio de mais 8,6 toneladas de cocaína para portos europeus.

A droga apreendida pela Alfândega de Santos foi entregue à Polícia Federal, que acompanhou a operação a partir de sua localização e prosseguirá com as investigações a partir das informações fornecidas pela Receita Federal.

(Com informações da Receita Federal do Brasil).

Como atividade essencial à proteção da sociedade e do Estado, os Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil que atuam na Aduana mantêm a rotina de trabalho nos postos de fronteira terrestre, aeroportos e portos de todo o país.

Inclusive, os Analistas-Tributários reforçaram sua atuação para contribuir com a sociedade nesse momento, reafirmando o objetivo de garantir controle aduaneiro nas atividades de importação e exportação e, principalmente, assegurar a realização das atividades de fiscalização, vigilância e repressão, mesmo durante a pandemia de coronavírus.

Os Analistas-Tributários estão na linha de frente atuando na facilitação do comércio exterior, mas agindo também para garantir o combate ao contrabando, descaminho e tráfico internacional de drogas por todo o país.

#Sindireceita #Analista-Tributário #ReceitaFederal #Aduana #Apreensão #Fronteira