Analistas-Tributários atuam na apreensão de mais de R$ 1,5 milhão em mercadorias durante a operação Fronteira Legal realizada em Ponta Porã/MS, que faz divisa com Pedro Juan Caballero, no Paraguai.

A operação Fronteira Legal, desencadeada pela Receita Federal, contou com o apoio da Polícia Rodoviária Federal. Durante a operação, realizada na terça-feira, dia 15, foram apreendidos celulares, bicicletas e peças de veículos e outras mercadorias que foram introduzidas ilegalmente no país.

Servidores do Grupo Regional de Vigilância e Repressão da 1ª Região Fiscal da Receita Federal, apoiados por policiais rodoviários federais, apreenderam pelo menos 218 itens trazidos ilegalmente do Paraguai.

A operação ocorreu em quatro lojas localizadas no centro de Ponta Porã. Ninguém foi preso, mas os comerciantes vão responder a processo por contrabando e descaminho. As lojas vinham sendo investigadas pela Receita Federal que, mediante cruzamento de dados, encontrou inconsistência nas declarações encaminhadas ao Fisco.

Os produtos vindos de Pedro Juan Caballero cruzavam a fronteira e eram vendidos nas lojas no lado brasileiro. Como entraram no país sem recolhimento de imposto de importação, eram bem mais baratos que produtos similares vendidos em lojas concorrentes. (Com informações da Assessoria de Comunicação da Receita Federal do Brasil)