Analistas-Tributários da Receita Federal atuaram na retenção de três toneladas de produtos falsificados no Porto de Suape, em Recife, ao longo desta primeira semana de junho. As mercadorias vindas da China foram avaliadas em R$ 200 mil e estavam em três contêineres, que pertencem a três importadores diferentes.

Ao todo, foram apreendidas 8.750 mochilas, 720 unidades de pistolas de brinquedos e 135 rolos de tecidos com estampas de personagens de desenhos animados. A carga iria abastecer mercados populares de cidades do Nordeste.
As mercadorias ilícitas estavam entre cargas regulares e foram identificadas por meio do uso de scanners e da avaliação de documentos. Os produtos foram retidos e a Receita Federal entrou em contato com as empresas detentoras das marcas utilizadas para atestar a falsificação.

De acordo com o Fisco, os brinquedos não foram fabricados a partir dos parâmetros estabelecidos por lei. Diante da insegurança oferecida aos consumidores, os materiais apreendidos devem ser destruídos e, caso seja possível, o plástico segue para reciclagem.