Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil (RFB) atuaram na apreensão de 1500 comprimidos de ecstasy, 107 gramas de maconha e quatro frascos de canabidiol ontem, dia 20, no Centro de Tratamento de Cartas e Encomendas (CTCE) dos Correios em Manaus.

A ação foi realizada pelo Serviço de Vigilância e Repressão ao Combate ao Contrabando e Descaminho da Alfândega do Porto de Manaus (SEREP) com a atuação da equipe k9 da Receita Federal. Destaque para o agente canino Odin, que ajudou a identificar os itens.

Os entorpecentes foram encontrados dentro de capas plásticas de CD. A droga foi localizada em encomendas provenientes de Curitiba, Brasília e São Paulo e tinha como destino bairros da zona oeste da capital do Amazonas. O valor da mercadoria é estimado em R$ 120 mil. (Com informações da Assessoria de comunicação da Alfândega do Porto de Manaus)

ATRFB em ação

Como atividade essencial à proteção da sociedade e do Estado, os Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil que atuam na Aduana mantêm a rotina de trabalho nos postos de fronteira terrestre, aeroportos e portos de todo o país.

Inclusive, os Analistas-Tributários reforçaram sua atuação para contribuir com a sociedade nesse momento, reafirmando o objetivo de garantir controle aduaneiro nas atividades de importação e exportação e, principalmente, assegurar a realização das atividades de fiscalização, vigilância e repressão, mesmo durante a pandemia de coronavírus.

Os Analistas-Tributários estão na linha de frente atuando na facilitação do comércio exterior, mas agindo também para garantir o combate ao contrabando, descaminho e tráfico internacional de drogas por todo o país.