Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil atuaram na manhã desta terça-feira, dia 6, da retenção de 500 mil relógios falsificados na região central de São Paulo.

Quando os agentes da Receita Federal chegaram ao local, vendedores fecharam as portas dos boxes e correram. Um chaveiro foi chamado para abrir as portas de aço e ter acesso às mercadorias.

Os produtos falsificados são oriundos da China e serão destruídos após o término do devido processo legal. Os envolvidos responderão administrativamente e criminalmente em liberdade.

A operação começou com uma denúncia realizada pelas marcas originais dos relógios. O valor estimado das mercadorias é de R$ 50 milhões.

Os trabalhos continuam nos próximos dias e a expectativa é de que seja a maior retenção de relógios pirateados do País. A ação foi realizada com o apoio da Guarda Civil Metropolitana e da Subprefeitura da região da Sé.

(Com informações da Receita Federal)