Analistas-Tributários e Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil (RFB) realizam, na manhã desta quinta-feira, dia 12, um ato conjunto na Alfândega do Porto de Santos/SP contra o descumprimento do acordo salarial com os servidores da Carreira Tributária e Aduaneira da RFB e a demora na regulamentação do Bônus de Eficiência.

Presidentes do Sindireceita, Geraldo Seixas, e do SIndifisco Nacional, Cláudio Damasceno, participam de ato conjunto em Santos/SP.

O ato contou com a participação de Analistas-Tributários e Auditores Fiscais de várias unidades da Receita Federal da 8ª Região Fiscal/SP. Também participaram do ato delegados sindicais, conselheiros e diretores do Sindireceita e do Sindifisco Nacional.

Além de protestar contra o descumprimento do acordo salarial e a demora na regulamentação do Bônus de Eficiência, a realização do protesto conjunto na Alfândega do Porto de Santos teve como objetivo defender as atividades essenciais e exclusivas de Estado, que são realizadas pela Receita Federal do Brasil. O ato também objetivou mostrar que a atuação da RFB não pode ser afetada pela crise política e que as ações de combate à corrupção, como a operação Lava Jato, não podem ser comprometidas.

O protesto na Alfândega do Porto de Santos também chamou a atenção da sociedade para a importância do trabalho realizado pelos servidores da Receita Federal e para a necessidade de fortalecimento do País, através das ações realizadas pelos servidores da Carreira Tributária e Aduaneira, que atuam diuturnamente no combate à sonegação fiscal, à evasão de divisas, ao contrabando e descaminho.