A lancha e a moto aquática foram retidas devido a indícios de terem sido irregularmente importadas

Após denúncia anônima, Analistas-Tributários e demais servidores da equipe de repressão da Receita Federal do Brasil em Foz do Iguaçu/PR retiveram uma lancha e uma moto aquática com indícios de terem sido irregularmente importadas.

Os dois veículos estavam em território brasileiro. A moto aquática foi encontrada às margens do lago de Itaipu e a lancha, que é de fabricação Argentina, estava ancorada nas margens do rio Paraná. A moto aquática não tem a identificação de registro na Marinha brasileira.

Os veículos foram encaminhados ao pátio da Receita Federal em Foz do Iguaçu. Os proprietários poderão apresentar a documentação que comprove a regularidade das embarcações para que estas sejam liberadas. Se isso não ocorrer, serão lavrados os respectivos autos de infração visando à aplicação da pena de perdimento. Os veículos foram avaliados em US$ 47 mil. Ninguém foi preso. (Informações da Assessoria de Imprensa da DRF Foz do Iguaçu/PR)