Analistas-Tributários da Receita Federal participaram nesta quarta-feira, dia 28, da deslacração de um ônibus retido pela Divisão de Repressão ao Contrabando e Descaminho da Receita Federal em Foz do Iguaçu/PR. Na ocasião, foram reveladas grandes quantidades de medicamentos contrabandeados em embalagens de caixa de som.

A abordagem ao ônibus de turismo ocorreu no dia 20 de outubro (sábado), às 16h, no Posto da Polícia Rodoviária Federal durante o combate à prática de formação de comboios na região. O veículo com placas de Vera Cruz/RS seguia para Porto Alegre/RS e carregava grande quantidade de mercadorias que evidenciavam destinação comercial. Assim, o automóvel foi lacrado e encaminhado para a Alfândega da Receita Federal em Foz do Iguaçu/PR para posterior verificação.

Na manhã de ontem (28), o ônibus foi deslacrado para a contagem e valoração das mercadorias. Após a vistoria das mercadorias, constatou-se uma grande quantidade de medicamentos ocultos em embalagens de caixas de som, cerca de 38 tipos, em sua maioria anabolizantes e suplementos, além de eletrônicos, roupas e acessórios para celulares.

O proprietário da bagagem em questão não apareceu no momento da deslacração. Será encaminhada uma Representação Fiscal para fins penais ao Ministério Público em nome do passageiro proprietário das mercadorias onde estavam os medicamentos. As mercadorias apreendidas totalizaram aproximadamente R$ 30 mil. Os medicamentos representam cerca de 80% desse valor.

A Receita Federal disponibiliza um telefone de contato para denúncias, de forma anônima, por meio do número (45) 9 9152-2036.

Essa iniciativa está inserida no âmbito do Programa de Proteção Integrada de Fronteiras (PPIF), instituído pelo Decreto 8.903/2016, tem como diretrizes a atuação integrada e coordenada dos órgãos de segurança e de fiscalizações atuantes nas fronteiras, e como foco, o fortalecimento da prevenção, do controle, da fiscalização e da repressão aos delitos transfronteiriços, como contrabando, descaminho, tráfico de drogas, armas e medicamentos, entre outros. (Com informações da Assessoria de Comunicação da Alfândega da Receita Federal do Brasil em Foz do Iguaçu/PR)