Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil (RFB) participaram da apreensão de armas e drogas em ônibus de linha, neste final de semana (6, 7 e 8). A apreensão ocorreu durante fiscalizações de rotina no âmbito da Operação Muralha ao lado da praça de pedágio em São Miguel do Iguaçu/PR, em ação conjunta com policiais do BPFron.

A primeira apreensão ocorreu na sexta-feira, por volta das 21h, quando servidores realizaram abordagem de um ônibus da linha Foz do Iguaçu – Ponta Grossa/PR. Durante inspeção minuciosa, verificou-se que havia 1 quilo de cocaína abandonado embaixo do último banco do veículo. A droga estava oculta em meio a algumas roupas e produtos de higiene pessoal, porém, mesmo com a ajuda do cão de faro, não foi possível localizar a pessoa que a transportava.

Já no sábado, por volta das 12h, servidores da Receita abordaram um ônibus da linha Foz do Iguaçu/PR – Rio de Janeiro/RJ. Ao iniciar a fiscalização no veículo, percebeu-se que havia poucos passageiros e, dentre eles, uma mulher apresentava um nervosismo excessivo. Durante entrevista, a passageira afirmou que não possuía bagagens, porém, ao verificar o bagageiro do ônibus, foi encontrada uma bolsa pequena em nome da passageira onde estavam 4 pistolas 9 milímetros. A mulher, que já possuía passagem policial por porte de drogas, e as armas foram encaminhadas para a Polícia Civil de São Miguel do Iguaçu.

No domingo, por volta das 13h, foram encontrados crack e maconha em um ônibus da linha Foz do Iguaçu/PR – Porto Alegre/RS. Durante fiscalização no interior do veículo, um passageiro do sexo masculino de aproximadamente 30 anos chamou atenção por seu comportamento e, durante inspeção minuciosa em sua bagagem, foram encontrados dois capacitores de bateria os quais foram encaminhados para verificação no aparelho de Raio-X da Receita. Por meio das imagens geradas pelo aparelho, foi constatada a presença de uma substância orgânica estranha à estrutura dos equipamentos. Ao desmontá-los, foram encontrados em seu interior dois grandes tabletes de crack. Além disso, também foi encontrado um tablete de maconha oculto dentro da poltrona ocupada por esse viajante. Durante entrevista, o passageiro alegou ter comprado a mercadoria no Paraguai e que não sabia haver drogas no interior do produto, e que a maconha era para seu uso próprio.

Todos os infratores, juntamente com seus ilícitos, foram conduzidos para a Delegacia da Polícia Civil de São Miguel do Iguaçu para as medidas cabíveis.

A Operação Muralha, desenvolvida na região de Foz do Iguaçu, iniciou sua segunda fase no ano em 03/10/17. As ações estão sendo desenvolvidas na barreira fixa montada próxima ao pedágio de São Miguel do Iguaçu/PR, com revezamento de equipes nas 24h do dia, e nas estradas vicinais, lago do reservatório de Itaipu e Rio Paraná através de incursões das equipes volantes de prontidão.

Essa iniciativa está inserida no âmbito do Programa de Proteção Integrada de Fronteiras (PPIF), instituído pelo Decreto nº 8.903/2016, tem como diretrizes a atuação integrada e coordenada dos órgãos de segurança e de fiscalizações atuantes nas fronteiras, e como foco, o fortalecimento da prevenção, do controle, da fiscalização e da repressão aos delitos transfronteiriços, como contrabando, descaminho, tráfico de drogas, armas e medicamentos, entre outros. Participam da Operação a Receita Federal, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil do Paraná, Polícia Militar do Paraná – BPFRON, Marinha e Exercito brasileiros.