Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil (RFB) participaram da apreensão de 1,8 tonelada de cocaína em um fundo falso de um caminhão tanque, nesta segunda-feira (9). A apreensão ocorreu durante ação conjunta realizada por servidores da Receita Federal de Cascavel, de Foz do Iguaçu e policiais da Polícia Rodoviária Federal, na região metropolitana de Cascavel.

A ação ocorreu por volta das 9h, quando foi abordado, na região metropolitana de Cascavel, um caminhão tanque, com placas de Curitiba, que era ocupado apenas pelo condutor. O motorista apresentava nervosismo excessivo e, durante entrevista, entrou em contradição com algumas informações. Além disso, a nota fiscal da carga gerou suspeita na equipe. Desta forma, por não haver irregularidades aparentes, o caminhão foi levado para verificação no equipamento de Raio x do Porto Seco de Foz do Iguaçu, onde se confirmou a existência de um fundo falso no tanque de transporte de carga.

O veículo foi então levado até à sede da Alfândega em Foz para verificação do conteúdo do fundo falso. Devido à dificuldade em acessar o compartimento oculto, os bombeiros foram acionados e conseguiram abrir pela parte superior do tanque. Ao retirar os primeiros itens, ficou evidente que se tratava de uma grande quantidade de tabletes de cocaína que estavam organizados em sacolas plásticas e identificados com algumas figuras. O motorista, um homem de 48 anos, com passagem policial por contrabando, foi preso e não forneceu nenhuma informação sobre a droga.

Ao final da contagem, a droga totalizou 1.800 quilos e foi encaminhada, juntamente com o motorista, para a Delegacia da Polícia Federal em Foz do Iguaçu.