Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil (RFB) participaram da apreensão de 3 quilos e 176 gramas de ecstasy (droga sintética) neste domingo, por volta das 20 horas. O trabalho foi realizado nas dependências do Terminal Rodoviário Rita Maria, cidade de Florianópolis. Uma mulher de 22 anos de idade, natural de Pirapora/MG e moradora de Florianópolis, foi presa em flagrante durante a apreensão, que foi uma ação conjunta de servidores da Receita Federal, Polícia Civil e ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres).

Após denúncia anônima, a Diretoria da Inteligência da Polícia Civil (DIPC), DENARC/DEIC/PCSC passam a aprofundar as investigações, em conjunto com a Receita Federal do Brasil, por meio da Inspetoria de Florianópolis e Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Desde o início da tarde de domingo, Policiais Civis da Divisão Especializada de Combate ao Narcotráfico da DEIC passaram a realizar vigilância no referido terminal. Após 5 horas, a equipe da Polícia Civil observou uma mulher desembarcar de ônibus oriundo de São Paulo/SP carregando uma mala.

Diante das suspeitas, a mulher foi abordada e encaminhada até o Posto da Polícia Militar existente no terminal. Após buscas na mala que a suspeita portava, foi constatada a existência de um fundo falso e nesse compartimento foram encontrados 3 quilos e 176 gramas de ecstasy.

Com o apoio da Polícia Militar do Terminal Rita Maria, cidade de Florianópolis, a mulher foi presa em flagrante e encaminhada à sede da DEIC. Após o interrogatório e verificação, constatou-se indícios de que a indiciada trouxe de Barcelona – Espanha – o entorpecente para abastecer Florianópolis. Sendo assim, foi autuada em flagrante pela prática do crime de tráfico transnacional de drogas.