Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil (RFB) participaram da apreensão de maconha e perfumes neste final de semana, dias 27 a 30. A apreensão ocorreu durante fiscalizações de rotina no âmbito da Operação Muralha ao lado da praça de pedágio em São Miguel do Iguaçu/PR, em ação conjunta com policiais do BPFron.

Na sexta-feira (27), por volta das 19h30, em abordagem a um ônibus de linha Foz do Iguaçu-Toledo/PR, foram encontrados 8,4 kg de maconha em poder de uma jovem de 20 anos. A droga foi identificada pelo cão de faro e estava oculta junto a outros pertences da passageira, em uma mochila e uma bolsa que trazia junto de si, no assento que ocupava. A jovem alegou que havia comprado a droga em Foz do Iguaçu por R$ 1,5 mil e pretendia revendê-la em Toledo/PR por R$ 6 mil. Após consulta, verificou-se que a infratora já possuía histórico de tráfico de drogas aos 16 anos de idade. Assim como a droga, ela foi encaminhada para a Delegacia da Polícia Civil em São Miguel do Iguaçu/PR para as providências legais.

No sábado (28), por volta das 21h, foi abordado um ônibus de turismo. Ao realizar inspeção minuciosa no veículo, com o auxílio do cão de faro, foram encontrados 500 gramas de maconha abandonados no banheiro. Mesmo após buscas e entrevistas com os passageiros, não foi possível identificar o proprietário da droga.

Já no domingo (29), perto das 5h, um Mitsubishi Outlander despertou suspeita na equipe de servidores que decidiu abordá-lo. Após verificação no veículo, foram encontradas quatro malas grandes carregadas com perfumes e cosméticos. Estava no veículo apenas o condutor, um homem de aproximadamente 40 anos, que alegou ter comprado as mercadorias para revenda. As mercadorias foram retidas e totalizaram no valor de R$ 17 mil.

A Operação Muralha, que envolve servidores da Receita Federal, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil do Paraná, Polícia Militar do Paraná – BPFRON, Marinha e Exército brasileiros, teve início no dia 3 de maio, sem prazo de encerramento.

Essa iniciativa está inserida no âmbito do Programa de Proteção Integrada de Fronteiras (PPIF), instituído pelo Decreto nº 8.903/2016, tem como diretrizes a atuação integrada e coordenada dos órgãos de segurança e de fiscalizações atuantes nas fronteiras, e como foco, o fortalecimento da prevenção, do controle, da fiscalização e da repressão aos delitos transfronteiriços, como contrabando, descaminho, tráfico de drogas, armas e medicamentos, entre outros. Participam da Operação a Receita Federal, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar do Paraná – BPFRON, Força Nacional de Segurança – FNSP e Foztrans – Instituto de Transportes e Trânsito de Foz do Iguaçu.