Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil (RFB) participaram da apreensão de grande quantidade de óculos descaminhados nesta segunda-feira (13). A apreensão ocorreu durante ações realizadas na estrada vicinal próxima à barreira de fiscalização instalada ao lado da praça de pedágio em São Miguel do Iguaçu/PR, em ação conjunta com policiais do BPFron.

Por volta das 19h40, durante patrulha em uma estrada vicinal próxima ao Parque Nacional do Iguaçu, a equipe volante da Receita Federal avistou um veículo Fiat Siena, com placas de Curitiba, ocupado por dois homens que, ao notarem a presença da viatura, tentaram despistar da fiscalização em meio aos caminhos de terra. A equipe de servidores imediatamente realizou acompanhamento tático vindo a abordar o veículo um pouco mais à frente, pois seus ocupantes o abandonaram e evadiram-se a pé pelo mato. Ao inspecionar o interior do veículo, os servidores encontraram o porta-malas carregado com caixas contendo uma grande quantidade de óculos de diversos modelos, que foi estimada em mais de 5.000 unidades e cerca de R$ 25 mil.  No porta- luvas do veículo foi encontrado documento expedido pela justiça federal de Foz do Iguaçu onde constava a informação de que, um dos ocupantes do automóvel, é reincidente em atividades ilícitas perante à justiça, pois já havia sido anteriormente condenado à prisão pelo crime de contrabando.

O veículo e as mercadorias foram encaminhadas para a sede da Receia Federal em Foz para quantificação e valoração definitiva.

A Operação Muralha, que envolve servidores da Receita Federal, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil do Paraná, Polícia Militar do Paraná – BPFRON, Marinha e Exército brasileiros, teve início no dia 3 de maio, sem prazo de encerramento.

Essa iniciativa está inserida no âmbito do Programa de Proteção Integrada de Fronteiras (PPIF), instituído pelo Decreto nº 8.903/2016, tem como diretrizes a atuação integrada e coordenada dos órgãos de segurança e de fiscalizações atuantes nas fronteiras, e como foco, o fortalecimento da prevenção, do controle, da fiscalização e da repressão aos delitos transfronteiriços, como contrabando, descaminho, tráfico de drogas, armas e medicamentos, entre outros. Participam da Operação a Receita Federal, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar do Paraná – BPFRON, Força Nacional de Segurança – FNSP e Foztrans – Instituto de Transportes e Trânsito de Foz do Iguaçu.