Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil participaram na última sexta-feira, dia 28, no âmbito da Operação Fronteira Integrada, de ação conjunta entre servidores da Receita Federal do Brasil e da Força Nacional que resultou na apreensão de mercadorias em fundos falsos.

A primeira ação ocorreu por volta das 13h, quando um táxi com a placa paraguaia foi abordado ao atravessar a aduana no sentido Brasil. Após verificação minuciosa, foram encontrados eletrônicos em fundo falso localizado no painel e no banco traseiro do veículo.

Na sequência, dois mototáxis paraguaios foram abordados pelos fiscais. Durante a inspeção, os servidores encontraram diversas mercadorias ocultas em fundo falso embaixo do banco do motorista em ambos os casos.

Os três veículos foram apreendidos e os motoristas liberados. Serão enviadas ao Ministério Público representações fiscais para fins penais com a finalidade de apuração dos ilícitos. Estima-se que o valor total das mercadorias ultrapasse R$ 20 mil.

A Receita Federal disponibiliza um telefone de contato para denúncias, de forma anônima, por meio do número (45) 9 9152-2036.

A Operação Fronteira Integrada está inserida no âmbito do Programa de Proteção Integrada de Fronteiras (PPIF), instituído pelo Decreto 8.903/2016, que tem como diretrizes a atuação integrada e coordenada dos órgãos de segurança e de fiscalização atuantes nas fronteiras, e como foco, o fortalecimento da prevenção, do controle, da fiscalização e da repressão aos delitos transfronteiriços, como contrabando, descaminho, tráfico de drogas, armas e medicamentos, entre outros. Participam da Operação a Receita Federal, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar do Paraná – BPFRON, Força Nacional de Segurança Pública– FNSP e Foztrans – Instituto de Transportes e Trânsito de Foz do Iguaçu. (Com informações da Assessoria de Comunicação da Alfândega da Receita Federal do Brasil em Foz do Iguaçu/PR)