Analistas-Tributários participam de operação das Forças Armadas no Amazonas

Os Analistas-Tributários da Equipe de Repressão Aduaneira em Manaus/AM participam da Operação Ágata na região da Tríplice Fronteira (Brasil/Colômbia/Peru), entre os dias 13 e 15 de fevereiro de 2017. A operação foi realizada em conjunto com a Marinha do Brasil, Polícia Federal e Polícia Militar Ambiental.

Durante a operação, o Analista-Tributário Roberto Cesarino, da Equipe de Repressão Aduaneira em Manaus/AM, concedeu entrevista para a Série JR: Forças Armadas, da Rede Record de Televisão. A reportagem completa que faz parte da Série JR, tem quase 11 minutos e faz uma análise minuciosa do tráfico de drogas e entorpecentes e contrabando na tríplice fronteira entre Brasil, Colômbia e Peru. Outros quatro Analistas-Tributários compõem a reportagem que dá ênfase ao tráfico de drogas nas frágeis fronteiras brasileiras.

Durante a operação, a Equipe de Repressão apreendeu aproximadamente 97 toneladas de cimento (equivalente a aproximadamente 2.300 sacos de 42,5kg de cimento), com documentação fiscal irregular; Dois motores de popa e dois motores de rabeta, desacompanhados de documentação fiscal; Nove caixas de cadernos e seis sacos de ráfia de aproximadamente 50kg cada, com roupas e sapatos estrangeiros, sem qualquer documentação que comprovasse sua regular importação.

ATRFB, Cezarino, em entrevista à Rede Record de Televisão – imagem do canal da emissora no youtube

Assistam aqui  a reportagem na íntegra

Fronteirômetro

Preocupada com a fragilidade das fronteiras brasileiras e para dimensionar o desafio que é controlar o fluxo do comércio internacional de pessoas e veículos que passam por portos, aeroportos e fronteiras secas, o Sindireceita lança no próximo dia 21 de março (terça-feira), em Brasília/DF, o “Fronteirômetro”, uma realização dos Analistas-Tributários da Receita Federal.  O “Fronteirômetro” será lançado durante o seminário “Fluxo do Comércio Internacional Brasileiro: desafios para o controle de fronteiras e para a segurança pública”. Participam do Seminário autoridades, especialistas em segurança e defesa, e servidores que atuam nos órgãos do Estado responsáveis pelo controle de fronteiras e pelo enfrentamento de crimes como contrabando, descaminho e tráfico de drogas. Clique aqui e saiba mais sobre o “Fronteirômetro” e sobre o seminário.