Analistas-Tributários participaram na última quinta-feira, dia 13, de ação da Divisão de Repreensão ao Contrabando e Descaminho da Alfândega da Receita Federal de Foz do Iguaçu/PR, que resultou na retenção de mercadorias encontradas em duas transportadoras da cidade.

As abordagens ocorreram por volta das 19h durante averiguação de rotina em transportadoras na região de Foz do Iguaçu/PR. A fiscalização identificou diversas mercadorias amparadas por notas fiscais de três diferentes emitentes e com falsas declarações de conteúdo.

Após inspeção minuciosa, foram retidos diversos decodificadores de sinal de televisão por assinatura piratas, consoles de videogames, chapas offset para impressão e 600 kg de canecas. O destino dos itens retidos seria cidades do norte do Paraná e o Estado de São Paulo. Os volumes foram lacrados e encaminhados à Alfândega da Receita Federal de Foz do Iguaçu para os procedimentos legais cabíveis. Estima-se que o valor total das mercadorias chegue a R$ 156 mil reais.

A Operação Fronteira Integrada está inserida no âmbito do Programa de Proteção Integrada de Fronteira (PPIF), instituído pelo Decreto 8.903/2016, que tem como diretrizes a atuação integrada e coordenada dos órgãos de segurança e de fiscalização atuantes nas fronteiras, e como foco o fortalecimento da prevenção, do controle, da fiscalização e da repreensão aos delitos transfronteiriços, como contrabando, descaminho, tráfico de drogas, armas e medicamentos, entre outros. Participam da Operação a Receita Federal, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar do Paraná – BPFRON, Força Nacional de Segurança Pública– FNSP e Foztrans – Instituto de Transportes e Trânsito de Foz do Iguaçu. (Com informações da Assessoria de Comunicação da Alfândega da Receita Federal do Brasil em Foz do Iguaçu/PR)