Os Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil (RFB) promovem na próxima terça-feira, dia 14, no período da manhã, mais uma mobilização nacional contra a demora na regulamentação do Bônus de Eficiência e a quebra do acordo salarial pelo Ministério do Planejamento. A mobilização é também contra o conjunto de medidas lançadas pelo governo de desmonte do serviço público, em especial a MP 805, e que retiram direitos e garantias dos servidores. Esta é a segunda mobilização dos servidores do cargo deflagrada neste mês, a primeira foi realizada no dia 25 de outubro e a segunda, nesta sexta-feira, dia 10, em todo o país

As mobilizações devem ser realizadas com a presença dos Analistas-Tributários em frente às unidades da Receita Federal de todo o país e atendem a deliberação aprovada pela categoria na Assembleia Geral Nacional Unificada (AGNU), realizada de 16 a 19 de outubro. Na última AGNU, a categoria deliberou, por ampla maioria, pela continuidade do estado de Assembleia Geral Nacional Unificada Permanente enquanto não for cumprido o acordo salarial dos Analistas-Tributários por parte do Ministério do Planejamento. Na mesma AGNU, a categoria também deliberou pela realização de assembleias semanais, com o objetivo, justamente, de manter a mobilização até a regulamentação do Bônus de Eficiência e o cumprimento definitivo da Lei n° 13.464/2017.

A Diretoria Executiva Nacional do Sindireceita conclama todos os Analistas-Tributários a participar da mobilização na próxima terça-feira, no período da manhã. Na área restrita do site da DEN, estão disponíveis artes para faixas, cartazes e camisetas. Os delegados sindicais devem convocar Assembleias Locais imediatamente e encaminhar, o mais rápido possível, os editais de convocação das Assembleias Locais para publicação no site do Sindireceita.

 

A participação de todos os Analistas-Tributários é fundamental.

Vamos mostrar nossa força e capacidade de organização.

A hora de lutar é agora! Não ao calote! Não à quebra do acordo!

Analistas-Tributários em defesa da RFB e do serviço público!