Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil reunidos nesta segunda-feira, 16/10, em Assembleia Geral Nacional Unificada, em Recife/PE, discutiram e deliberaram sobre estado de Assembleia Permanente; Dia Nacional de Luta pelo Respeito aos Direitos do Analista-Tributário; Destinação de percentual do fundo ADI/Atribuição/Defesa da Categoria para ressarcimento de descontos em virtude de greve; e; Realização de Assembleias Semanais.

 

Entre os objetivos desta AGNU, maior instância deliberativa da categoria, está: cobrar o cumprimento integral do acordo salarial assinado em março de 2016; reivindicar a regulamentação do Bônus de Eficiência por meio de decreto. Os Analistas-Tributários em AGNU em Recife aprovaram por unanimidade paralisação do dia 25/10.

A paralisação é em protesto às medidas que afrontam direitos dos servidores como a não regulamentação da indenização de fronteira, reforma previdenciária, perda da estabilidade, PDV, adiamento das parcelas de reajustes, não implementação da progressão e promoção, reestruturação de carreiras com foco no salário inicial e aumento de níveis das tabelas, aumento da alíquota da contribuição previdenciária, entre outras tantas.