A semana de trabalho dos Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil, entre 16 a 23 de maio, foi marcada pelas apreensões de quase duas toneladas de drogas como cocaína e maconha, retenção de cerca de R$400 mil em mercadorias ilegais como cigarros contrabandeados do Paraguai e vinhos sem nota fiscal de comprovação importados ilegalmente da Argentina.

Na terça-feira, 21/05, os Analistas-Tributários da Receita Federal participaram da apreensão de 543kg de cocaína no Porto de Santos, no litoral de São Paulo. Este foi o quarto carregamento ilícito localizado em três dias no cais, totalizando 1.777kg da droga interceptada.

Nos dias 18 e 19, os Analistas-Tributários participaram da apreensão de mais de 360kg de drogas também no Porto de Santos/SP. A cocaína estava escondida dentro de 15 malas. A carga tinha como destino o porto de Antuérpia, na Bélgica. No domingo (19), tabletes da droga foram encontrados envoltos em embalagens coloridas próximo ao setor de contêineres frigoríficos. A suspeita é que traficantes tenham largado a droga no cais para evitar flagrantes da ação criminosa.

Ainda no domingo, agentes da Receita Federal e da Polícia Federal encontraram malas pretas contendo mais tabletes da droga. A cocaína estava em um contêiner com tambores e tinha como destino o porto de Roterdã, na Holanda. Os Analistas-Tributários também participaram da apreensão de aproximadamente 5kg de cocaína escondida em recipientes de shampoo e cremes hidratantes, no domingo, dia 19, no Aeroporto Internacional de Salvador, na Bahia, e teria como destino Lisboa, em Portugal. A apreensão é avaliada no valor de 200 mil dólares.

No começo desta semana, segunda e terça-feira, 20 e 21 de maio, os Analistas-Tributários da Receita Federal participaram da retenção de quatro veículos carregados com cigarros e mercadorias em fundo falso em Guaíra, no Paraná. A ação foi desenvolvida em conjunto com o Batalhão de Polícia da Fronteira (BPFron) e o Exército Brasileiro, que faz parte de fiscalizações rotineiras no âmbito da Operação Muralha. No dia 20, as equipes de fiscalização abordaram um veículo suspeito na barreira de fiscalização e durante a inspeção do veículo, os servidores encontraram celulares, perfumes e placas de vídeo em fundo falso de um veículo que seguiria para Umuarama/PR. A motorista, que foi liberada, confessou que venderia as mercadorias pela internet. No dia 21, três veículos carregados com cigarros contrabandeados do Paraguai foram encontrados em Cafezal/PR. Um dos veículos era roubado e outro tinha um dispositivo de fumaça e dois rádios comunicadores. Estima-se que as mercadorias retidas ultrapassem R$ 40 mil.

Ainda na segunda-feira, dia 20, durante fiscalização de rotina no âmbito da Operação Muralha, houve a apreensão de 9,700kg de maconha em Guaíra, no Paraná.  A ação ocorreu em conjunto com o Exército Brasileiro e o Batalhão de Polícia da Fronteira (BPFron). A apreensão ocorreu durante a fiscalização de um ônibus de linha que seguia para Florianópolis/SC. Uma das passageiras escondeu uma bolsa embaixo do banco que continha a maconha.

Nesta quarta-feira, dia 22, o destaque foi a retenção de cigarros e pneus em Mundo Novo, no Mato Grosso do Sul. A ação foi realizada em conjunto com o BPFron e o Exército Brasileiro, quando os servidores abordaram um veículo suspeito que tentou escapar da fiscalização desviando da BR-463 por uma estrada vicinal. Durante inspeção, foi encontrada uma grande quantidade de cigarros e pneus ocupando todo o espaço do porta-malas e banco traseiro do veículo. Na mesma cidade, os servidores também retiveram uma Kombi carregada com pacotes de cigarro acondicionados em 50 caixas.

No sábado, dia 18, Analistas-Tributários da RFB participaram, durante fiscalização de rotina no âmbito da Operação Muralha, da retenção de grande quantidade de cigarros eletrônicos e tabaco para narguilé no Paraná. A ação ocorreu na barreira de fiscalização em São Miguel do Iguaçu/PR, quando as equipes abordaram um carro e durante a inspeção encontraram tabacos para narguilé e cigarros eletrônicos. As mercadorias foram encaminhadas à Alfândega da Receita Federal em Foz do Iguaçu. Estima-se que o valor das mercadorias ultrapasse R$ 12 mil. Também no dia 18, Analistas-Tributários participaram da apreensão de 2kg de maconha em um ônibus de linha com itinerário Naviraí/MS – São Miguel do Oeste/SC.

Analistas-Tributários também participaram da retenção de um ônibus na barreira da BR-277, próximo ao pedágio de São Miguel do Iguaçu, com grande quantidade de mercadorias descaminhadas, entre elas eletrônicos e brinquedos, caracterizando destinação comercial. Estima-se que as mercadorias ultrapassem R$ 200 mil. Os Analistas-Tributários também atuaram na retenção de R$ 20 mil sem declaração de porte de valores em um ônibus que fazia linha Chuí – Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

Já no dia 14, os Analistas-Tributários, em conjunto com o BPFron e Exército Brasileiro, realizaram a retenção de dois veículos carregados com cigarros no Paraná. A ação ocorreu quando as equipes de fiscalização abordaram os dois veículos suspeitos na BR-277, em São Miguel do Iguaçu/PR. Durante a inspeção do veículo, os servidores encontraram 525 maços de cigarros contrabandeados do Paraguai. Estima-se que as mercadorias retidas ultrapassem R$ 2,5 mil.