Temos uma grande batalha pela frente. Não podemos desanimar diante das dificuldades impostas pelo governo, pela conjuntura política atual ou qualquer empecilho que se coloque em nosso caminho.

Muitas das nossas bases estão prontas para a luta, outras terão que ser reanimadas. O recomeço é sempre difícil mas é justamente aí onde reside nosso grande desafio.

Não podemos esperar que a DEN, o CNRE ou o CMN sejam, sozinhos, a nossa tábua de salvação. Temos que somar esforços na consecução de nosso objetivo: “ Reestruturação Salarial”.

Nesse contexto é de suma importância o papel de cada Delegado Sindical e de cada Analista-Tributário. A nossa arma mais forte será a UNIÃO de todos. Nossa arrancada reinicia na próxima quarta, dia 26. O Comando de Mobilização Nacional (CMN) do Sindireceita se reuniu e traçou algumas metas e indica, inicialmente, que nesta data façamos assembleias em todas as unidades, preferencialmente em dois turnos, abrindo o leque para uma ampla discussão política sobre as nossas reivindicações que se concentram não apenas no salário mas numa ampla reestruturação que inclui as atribuições, o papel do Analista-Tributário e sua capacidade de contribuir para a solução dos problemas da Receita Federal, com benefícios diretos à sociedade brasileira.

Vamos comparecer às Assembleias, vamos chamar o colega ao lado, vamos contaminar a todos com nosso espírito de luta. Sabemos do nosso valor e da nossa força e temos certeza de que chegaremos lá.

 À luta, Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil!