Divulgação do Resultado das Eleições Sindireceita 2007

A Comissão Eleitoral Nacional, em obediência ao artigo 34 do Regulamento Eleitoral do Sindiereceita, torna público o Resultado das Eleições Gerais 2007 para os cargos da Diretoria Executiva e de Delegacias Sindicais. Com a presente publicação passa a valer o prazo estabelecido pelo Artigo 34 do Regulamento Eleitoral. A Ata de Apuração com seus anexos encontra-se disponível nos links abaixo.

Veja aqui – Ata nº 09/2007 

Veja aqui – Anexos I ? Mesas Eleitorais

Veja aqui – Anexos II ? Resultado Consolidado

Veja aqui – Anexos III ? Percentual de Participação 

EDITAL DE CONVOCAÇÃO 

AGNU dia 30

1.Avaliação de Conjuntura

2.Pauta Reivindicatória para 2007 – Negociações Salariais ? Mobilização.

Resultado parcial da AGNU

dos dias 24 e 25

Veja aqui o resultado parcial.

Carta da DS Alagoas aos Administradores

Qualquer tentativa de tratamento diferente será considerado por nós como uma atitude de desrespeito, desvalorização e de ruptura na relação de confiança que tem se mantido nos últimos meses dentro da instituição. Nesse possível quadro, não nos restará outra opção a não ser lutarmos com as armas de que dispomos para nos fazermos respeitados e valorizados na mesma proporção da nossa importância dentro desta casa, inclusive com a possibilidade de paralisação imediata de nossas atividades por tempo indeterminado.

Sabemos que o momento atual é de extrema importância para o futuro da SRFB, mas, ao contrário das atuais administrações local de nossa DRF e regional de nossa SRRF, que primam pelo tratamento equânime não só em relação aos Analistas mas a todas as outras categorias e que têm se mostrado sensíveis aos nossos pleitos, parece que aqueles que têm o poder de influenciar na decisão a ser tomada e que deveriam estar mais preocupados em manter a harmonia do ambiente de trabalho não nos deixam alternativa.

Estamos prontos para a luta. Chega de injustiças!

DS Joaçaba realiza ato de entrega de documento aos Administradores Locais

A DS Joaçaba-SC fez a entrega oficial do documento “Fundamentos para a Campanha Salarial 2007”, aos Administradores Locais da DRF, delegado André Mardula Filho e delegado-adjunto Sérgio Luiz Garbin.

Na oportunidade, o delegado sindical Luis Fernando F Costa, acompanhado dos colegas Ernani Fontoura/Safis, Luciano Borges/Sapol, Luciano Seidel/Saort e Rafael Charnovski/Satec, enfatizou a necessidade de os Administradores se engajarem nesta oportunidade na luta por melhoria salarial, que resgata a dignidade da Carreira de Auditoria da Receita Federal do Brasil. A questão do

“fosso salarial” dos colegas dos últimos concursos também foi destacada. Os Administradores se colocado à disposição para realizarem gestões no sentido de que se concluam as negociações com o alinhamento completo com a Carreira Policial Federal, cargo a cargo, sem qualquer tipo de discriminação.

Veja aqui o ofício.

Assembléia em Curitiba com a diretora Sílvia Helena

Na tarde de ontem, em concorrida assembléia em Curitiba, a diretora da DEN Sílvia Helena falou das rodadas de negociações com o governo, as tratativas com a administração e o trabalho que o Sindireceita está desenvolvendo para que o pleito de remuneração da categoria seja alcançado.

Sílvia esclareceu os presentes sobre os históricos entraves que a categoria enfrentou e ainda, lamentavelmente, enfrenta e as possíveis linhas de ação para o momento. 

Representantes de entidades sindicais participam de debate sobre previdência complementar na Câmara

Representantes de entidades sindicais participaram, ontem, de audiência pública que discutiu o tema “Previdência Complementar: o debate do presente garantindo o futuro”, no auditório Freitas Nobre, na Câmara dos Deputados,em Brasília/DF. O debate promovido pela Frente Parlamentar em Defesa do Serviço Público teve como mediador o presidente da Frente, deputado Rodrigo Rollemberg (PSB/DF). No início da apresentação, o diretor da Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira da Câmara, Wagner Figueiredo Júnior, fez uma breve explanação de como funcionará a Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público (Funpresp), que custeará a aposentadoria dos servidores públicos da União, das autarquias e das fundações, além de membros do Poder Judiciário, do MPU e do TCU. A criação da Funpresp está prevista no Projeto de Lei 1992/07, do Poder Executivo. Segundo ele, é preciso pensar em todos os pontos do projeto. “A gente tem que ver aonde vai chegar esse novo sistema de previdência complementar. Temos que verificar todos os pontos”, destacou.

O Fundo será composto pelo Conselho Deliberativo formado por seis membros da União e seis membros representando servidores do Executivo, Legislativo e Judiciário, já o Conselho Fiscal será formado por dois membros do TCU e MPU e quatro membros dos servidores dos três Poderes. O governo federal vai contratar uma instituição financeira para administrar o Funpresp, segundo informou Figueiredo.

O vice-presidente de Assuntos Legislativos da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), desembargador Aymoré Roque Pottes de Mello, também solicitou que o Congresso rejeite o Projeto que, segundo ele, prejudica os servidores, reduzindo suas garantias ao estabelecer um regime misto de previdência. Mas para o procurador-geral substituto, Marcelo Siqueira, não tem como avaliar ainda se o Fundo de Previdência Complementar trará algum tipo de prejuízo ou benefício ao servidor público. De acordo com o procurador, órgãos como TCU, MPU, Receita Federal, Banco Central e outros vão fazer a fiscalização do Fundo, além dos próprios servidores.

No final da audiência, o presidente da Frente, Rodrigo Rollemberg, afirmou que pode apresentar emendas para alterar o PL 1992/07 ou mesmo defender sua rejeição, se ele for prejudicar os servidores. O deputado federal João Dado (PDT/SP) também esteve presente, além de representantes da Anfip, Unafisco, Sindireceita, Associação Brasileira dos Magistrados e de outras entidades de classe.




Notícias do Boletim 206 de 26/10/2007

  1. Comissão Eleitoral Nacional
  2. Ação para evitar a incidência do imposto de renda sobre o abono de permanência