Analistas-Tributários da Receita Federal, vamos juntos com os demais trabalhadores do País realizar uma ampla mobilização contra a reforma da Previdência, na próxima terça-feira, dia 5 de dezembro. Vamos participar ativamente dos atos, assembleias, plenárias e demonstrar nossa indignação com a perda dos direitos representada pela PEC 287, que propõe a reforma da Previdência.

O dia 5 de dezembro foi escolhido pelas representações dos servidores públicos federais, sindicatos e centrais sindicais como o dia de mobilização nacional contra a PEC 287 e também como forma de pressionar para que o projeto seja rejeitado pela Câmara dos Deputados na próxima quarta-feira, dia 6.

Não bastassem as ameaças contidas nesse projeto de reforma da Previdência, o governo decidiu utilizar dinheiro público para financiar uma sórdida campanha de mídia visando iludir e lançar a população contra os servidores públicos. Portanto, não nos resta outro caminho a não ser aderir a mobilização nacional e demonstrar de forma efetiva nossa indignação.

Nesse dia 5 de dezembro, é fundamental que os Analistas-Tributários se organizem e participem das mobilizações que serão realizadas em suas cidades. Na área restrita do site foram disponibilizados materiais para confecção de camisetas, cartazes e demais peças de divulgação. Veja os materiais para mobilização.

A Diretoria do Sindireceita também está lançando uma campanha de mídia para mostrar à sociedade os reais motivos da crise da Previdência Social, que perdeu mais de R$ 3 trilhões devido à sonegação, desvios e dívidas, conforme demonstrou de forma inequívoca o relatório final aprovado pela CPI da Previdência. Vamos deixar claro para a classe política que nossa categoria não vota em quem é a favor da reforma da Previdência e contra o servidor público e os trabalhadores.

Reagimos de forma enérgica as mentiras e ataques contra o conjunto dos servidores e ingressamos na Justiça Federal contra a propaganda difamatória patrocinada pelo governo federal que, sem argumentos reais para defender seu projeto de reforma previdenciária, colocou como alvo os servidores públicos. Buscando reparação, o Sindireceita ajuizou na segunda-feira, dia 27, perante a Justiça Federal do Distrito Federal, ação solicitando liminar para a imediata suspensão de todos os anúncios veiculados nas diversas mídias – televisão, rádio, publicações impressas, rede mundial de computadores, outdoors, indoors, etc., com a estipulação de multa diária em caso de descumprimento. Veja aqui a notícia completa.

Ao longo de todo ano, representando os Analistas-Tributários, o Sindireceita participou ativamente de debates, audiências, atos públicos e colaborou intensamente com os trabalhos da CPI da Previdência. Defendemos de forma enérgica os direitos dos Analistas-Tributários e, inclusive, apontamos caminhos para financiamento da Previdência e para contornar a crise fiscal com projeto, como o “Brasil sem Crise” e a proposta de “Tributação da Economia Subterrânea”.

Agora, mais do que nunca, temos que mostrar nossa força. Todos os Analistas-Tributários devem participar da Mobilização Nacional que acontece nessa terça-feira e reforçar a luta contra a reforma da previdência. Vamos aproveitar essa oportunidade também para esclarecer à sociedade e mostrar a todos que os servidores públicos não são os responsáveis pela crise fiscal e da Previdência Social. Somos, sim, parte importante da solução desses graves problemas.

Não é possível fortalecer a fiscalização e o combate à sonegação e à corrupção enfraquecendo o serviço público e seus servidores.

Quem é a favor da reforma da Previdência é contra os servidores públicos e contra o trabalhador!  Vamos lutar contra todos que querem acabar com a aposentadoria dos brasileiros!