encontro_aposentados_bannerO diretor de Aposentados e Pensionistas do Sindireceita, Arnaldo Severo Filho, apresentou, no dia 19 de novembro, palestra sobre o trabalho realizado pela Diretoria Executiva Nacional em prol da aprovação das matérias em tramitação no Congresso Nacional, no encerramento do III Encontro de Aposentados e Pensionistas da Delegacia Sindical do Sindireceita de Brasília.

Arnaldo Severo Filho destacou o calendário de mobilização conjunta da DEN, das Delegacias Sindicais e da base filiada, realizada em 2014 para pressionar a inclusão da PEC 555/06, que extingue a cobrança da contribuição previdenciária de aposentados e pensionistas, na pauta de votação do Plenário da Câmara. O Sindireceita participou das 14 audiências públicas regionais, realizadas em Brasília/DF, no Rio de Janeiro/RJ, em Santa Catarina/SC, São Paulo/SP, Recife/PE, no Rio Grande do Norte/RN, Pará/PR, em Minas Gerais/MG e no Rio Grande do Sul/RS. Além das inúmeras visitas aos gabinetes dos deputados federais e líderes políticos. “A mobilização sindical resultou na inclusão da PEC 555 no Plenário da Câmara no dia 14 de outubro e aguarda quórum mínimo de 308 votos para votação”, explica.

encontro_aposentados_boletim (1)

O diretor de Aposentados e Pensionistas do Sindireceita também destacou a pressão sindical para aprovação da PEC 170/12, que garante proventos integrais ao servidor público que se aposentar por invalidez. A PEC 170 encontra-se no Plenário da Câmara dos Deputados e por diversas vezes durante o ano foi incluída nos períodos de esforço concentrado da Casa. A ausência de quórum parlamentar, semelhante a PEC 555, é um fator que inviabiliza a votação da PEC 170. “Essa aproximação com o filiado aposentado e pensionista é importante para esclarecimento de dúvidas sobre a tramitação das matérias”, afirma.

Representantes da Fundação Assistencial dos Servidores do Ministério da Fazenda (Assefaz) compareceram ao III Encontro de Aposentados e Pensionistas da DS Brasília/DF para ampliar o entendimento dos filiados que possuem a Assefaz sobre o rol de benefícios ofertados em todo o Brasil. O evento foi concluído com dinâmica de reflexão em grupo e palestra motivacional apresentada por Carlos Daniel Dell Santo Seidel. O palestrante é bacharel em Ciências Contábeis pela Faculdade de Ciências Econômicas de Colatina (1987), especialização em Psicodrama pelo Centro de Psicodrama de Brasília (1995) e mestre em Ciência Política pela Universidade de Brasília (2006, Política Social e Relações de Gênero). 

encontro_aposentados_galeria (3)

O diretor Arnaldo Severo, que também é conselheiro de Administração da Fundação Assefaz, garantiu aos filiados que continuará vigilante e resistente na defesa dos membros beneficiários que possui plano de saúde da Fundação Assefaz. Após palestra do presidente da Fundação, Pedro Arake, que afirmou ter conseguido encontrar equilíbrio financeiro nas contas da Fundação com redução do custo de administração. O diretor Arnaldo Severo defenderá o reajuste mínimo nas mensalidades dos planos de saúde, uma vez que a Assefaz não visa lucros. Segundo Arnaldo Severo, os reajustes serão menores que os demais planos privados.

encontro_aposentados_galeria (8)

O diretor de Aposentados e Pensionistas disse ainda que, como conselheiro de Administração, conquistou UTI Aérea, ressarcimento de três vezes o valor da tabela em locais que a ASSEFAZ não possui rede de atendimento, como também convênio de reciprocidade com a UNIMED nas regiões em que o atendimento da Assefaz é deficitário.