A diretora de Assuntos Parlamentares do Sindireceita, Sílvia de Alencar, participou nesta quarta-feira (13), na Câmara dos Deputados, em Brasília/DF, da reunião da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social. A Frente é presidida pelo senador Paulo Paim (PT/RS) e está mobilizando no Congresso Nacional estratégias junto a parlamentares, entidades nacionais, estaduais e distritais, associações e sindicatos contra a reforma da Previdência (PEC 6/2019).

            A reunião também tinha o objetivo de mobilizar as entidades para o Lançamento da Frente Paramentar Mista em Defesa da Previdência Social na próxima quarta-feira (20), no auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados.

             A diretora de Assuntos Parlamentares do Sindireceita criticou a Medida Provisória 873 que entrou em vigor neste mês e impede o desconto na folha de pagamento da contribuição sindical: “atacou o coração do Movimento Sindical para que não reajam à reforma da Previdência. Por isso, não podemos pensar de forma isolada nesse momento, só unidos vamos derrotar essa reforma, pois sabemos que ela foi orquestrada por um conjunto de forças”.

            Sílvia de Alencar também afirmou que é preciso desmistificar o que a mídia está propagando, de que o servidor público é contra a reforma porque não quer perder privilégios. “O que não aceitamos é que retirem direitos dos nossos servidores e demais trabalhadores usando justificativas errôneas, ” explicou. Ainda de acordo com a diretora Sílvia, o Sindireceita entende que é preciso fazer alterações na proposta para combater graves injustiças que estão sendo promovidas por alguns dispositivos da PEC.

            O senador Paulo Paim afirmou que é importante que as entidades e movimentos sociais se organizem para mostrar os erros e contradições desse projeto, por exemplo, de que a reforma da Previdência é para todos: “no entanto, até agora os militares não entraram no texto da reforma, ” apontou. A Frente Parlamentar promoverá debates no Congresso e nos estados para esclarecer os efeitos das mudanças que a proposta de reforma da Previdência irá acarretar na vida do trabalhador.