Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil (RFB) em Londrina/PR estão de braços cruzados nesta quinta-feira, dia 17, em greve nacional da categoria. O movimento paredista dos servidores do cargo reivindica que o governo federal cumpra integralmente o acordo salarial da categoria, assinado em 2016, e aprovado na forma da Lei nº 13.464/2017, que reestruturou a remuneração dos servidores da Carreira Tributária e Aduaneira da RFB. Os Analistas-Tributários também protestam contra a injustificável demora na regulamentação do Bônus de Eficiência e Produtividade, um importante instrumento amparado no cumprimento de metas de eficiência institucional do Fisco.

O acirramento da greve nacional dos Analistas-Tributários foi aprovado por ampla maioria dos servidores do cargo em Assembleia Geral Nacional Unificada (AGNU), ocorrida de 30 de abril a 3 de maio. Na oportunidade, os ATRFBs deliberaram pela realização de greve de 8 a 10 de maio e dos dias 15 a 17 de maio, e pela manutenção do Regime Permanente de AGNU. Além da greve, nos dias 15, 16 e 17 de maio, os ATRFBs também estarão reunidos em AGNU em seus estados, para debater e deliberar sobre a continuidade e ampliação dos dias da greve da categoria.

Clique aqui para ler o Edital de Convocação de AGNU, os Indicativos e a Avaliação de Conjuntura.