O Analista-Tributário Fábio Lemos Teixeira concedeu entrevista para vários veículos de comunicação e reforçou a necessidade de regulamentação da indenização

O Analista-Tributário Fábio Lemos Teixeira concedeu entrevista para vários veículos de comunicação e reforçou a necessidade de regulamentação da indenização

A Mobilização Conjunta Nacional, realizada nesta quarta-feira, dia 27, para exigir a imediata regulamentação e implementação da Indenização de Fronteira, prevista na Lei nº 12.855/2013, foi amplamente divulgada pela imprensa nacional. Os atos promovidos por Policiais Federais, Analistas-Tributários da Receita Federal, Policiais Rodoviários Federais e Auditores-Fiscais, que participam do Movimento Nacional em Defesa dos Órgãos de Fronteira, foram acompanhados por equipes de reportagem que visitaram os pontos de fronteiras em todos os estados. Durante todo o dia Analistas-Tributários, delegados sindicais e diretores do Sindireceita e demais servidores concederam entrevistas e reforçaram a necessidade imediata regulamentação e implementação da Indenização de Fronteira. 

Abraço Simbólico foi realizado na ponte de Uruguaiana

Abraço Simbólico foi realizado na ponte de Uruguaiana

Ao jornal Diário Corumbaense, o Analista-Tributário Fábio Lemos Teixeira reforçou a necessidade de regulamentação da indenização. “Essa mobilização busca a regulamentação da lei federal 12.855/2013 que possibilita adicional de fronteira aos servidores. Foi aprovado, mas falta regulamentação pela Presidência da República. Hoje, o grande problema é fixar efetivo nas fronteiras”, explicou o Analista-Tributário que concedeu a entrevista durante a Mobilização Conjunta realizada na Posto Esdras, que fica em Corumbá/MS, na fronteira do Brasil com a Bolívia. 

Em Santa Catarina o Portal da Band deu destaque a Mobilização que foi realizada na BR-163 em Dionísio Cerqueira, no Oeste do Estado. Cerca de 50 policiais rodoviários federais, policiais federais, Analistas-Tributários e demais servidores da Receita Federal cruzaram os braços para reivindicar a fixação da indenização para quem trabalha nas regiões de fronteira. 

Em Rio Grande/RS foi realizado ato conjunto com a participação de  servidores federais que trabalham na fronteira

Em Rio Grande/RS foi realizado ato conjunto com a participação de servidores federais que trabalham na fronteira

Vejas as notícias publicadas em portais e demais veículos de comunicação: