A absurda proposta de Paulo Guedes para o Imposto de Renda das pessoas físicas: argumentos falsos e injustiça crescente

Estudo do Sindireceita revela que, em 2018, as deduções com saúde e educação reduziram a base de cálculo do imposto de renda em R$ 110 bilhões. No mesmo período, R$ 591 bilhões foram distribuídos como lucros e dividendos totalmente isentos do Imposto de Renda. Veja aqui o estudo Mais Simples Mais Justo completo. O ministro da Economia, Paulo Guedes, pretende reformar o Imposto de Renda por meio da eliminação das deduções legais de despesas com educação e saúde. Sustenta o ministro que essas deduções favorecem apenas os mais ricos. Também pretende reduzir a alíquota superior da tabela progressiva. Leia matéria completa aqui.

 

Nota Técnica da DAJ assegura realização de assembleias virtuais por DS e CEDS sem prejuízo ao estatuto do Sindireceita

Seguindo as recomendações das autoridades governamentais brasileiras de evitar reuniões e aglomerações de pessoas para combater a disseminação da covid-19 no país, a Diretoria de Assuntos Jurídicos (DAJ) do Sindireceita publicou nesta segunda-feira (17) uma Nota Técnica tratando sobre a viabilidade da realização de assembleias virtuais pelos órgãos do Sindireceita (VEJA AQUI), além de orientações e requisitos técnicos sobre a realização de assembleias virtuais complementando a Nota Técnica. Leia matéria completa aqui.

 

Edital de Convocação AGL – DS Brasília/DF (videoconferência)

O Delegado Sindical do SINDIRECEITA no Distrito Federal, no uso de suas atribuições estatutárias e regimentais, CONVOCA os filiados para comparecerem à AGL – ASSEMBLEIA-GERAL LOCAL, a realizar-se por meio de videoconferência, devido à pandemia, nos dias 1, 2, 3, 8, 9 e 10 de setembro de 2020, para a apreciação da seguinte pauta. Leia matéria completa aqui.

 

Analistas-Tributários atuam na retenção de 500 mil pares de sapatos falsificados em comércio popular em São Paulo

Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil participaram de operação encerrada nesta sexta-feira (21) que reteve 500 mil pares de sapatos falsificados, avaliados em R$ 35 milhões, em shopping popular na região do Brás, em São Paulo. Leia matéria completa aqui.