O Analista-Tributário Roque Luiz Wandenkolk, mestre em política de Desenvolvimento pela KDI School/Coreia do Sul e membro da Delegacia Sindical do Rio de Janeiro, fez apresentação de sua participação como ouvinte na Assembleia Internacional sobre Propriedade Intelectual em Genebra, Suíça, realizada em outubro. O Analista-Tributário Roque Luiz Wandenkolk também acompanhou como ouvinte conferências na Comissão Europeia e Parlamento Europeu em Bruxelas, Bélgica.

Wandenkolk fez uma apresentação das visitas durante a LXX Reunião Ordinária do Conselho Nacional de Representantes Estaduais. “O CNRE atribuiu relevância ao trabalho de estudo e pesquisa no exterior sobre inovação, propriedade intelectual e desenvolvimento para que se vislumbre uma associação do futuro do Analista-Tributário às possibilidades de sua inserção internacional, participando de fóruns relacionados às áreas profissionais de atuação, levantando-se estratégias de carreira acadêmica e de ocupação de funções em organismos internacionais”, disse.

Na comissão em Genebra e Bruxelas sobre inovação, conhecimento, competitividade, propriedade intelectual e desenvolvimento de nações, o Analista-Tributário Roque Luiz Wandenkolk estudou rankings, critérios, índices e metodologias produzidos por organizações internacionais como a Organização Mundial de Propriedade Intelectual (OMPI). “O Analista-tributário deve estar em constante processo de aprendizagem, para não ficar obsoleto. Deve se preparar para enfrentar as transformações da inovação e tecnologia e torná-las parceiras no desempenho de suas tarefas na Receita Federal, beneficiando assim a sociedade brasileira”, afirmou.

Wandenkolk falou também sobre a importância da campanha do Sindireceita, “Viva a Originalidade. Pirata: tô Fora!”. “Essa campanha tem uma imensa vocação internacional e, correlação estreita com a defesa dos direitos autorais, das marcas, das patentes e da propriedade intelectual, abrindo-se um espaço inequívoco de atuação profissional e acadêmica, na área de pesquisa e desenvolvimento, em que se deve inserir o Analista-Tributário da RFB”, enfatizou.

A Organização Mundial da Propriedade Intelectual é uma agência especializada das Nações Unidas, criada em 1967, com sede em Genebra, a qual realizou sua 57ª Assembleia Internacional sobre Propriedade Intelectual, no período de 02 a 11 de outubro de 2017. Na Comissão Europeia, com sede em Bruxelas, na Bélgica, as conferências foram sobre o Comércio Internacional e sobre os entraves da União Europeia para liberar bilhões recursos.

Wandenkolk enfatizou que esse esforço demonstra a necessidade de o Analista-Tributário ter assento nos fóruns internacionais, para assistir, participar, estudar, pesquisar e produzir conhecimento. “E, com isso, assumir seu papel de contribuir com a modernização de seu país, permitindo alcançar os padrões internacionais de competitividade, qualidade e desenvolvimento econômico”, finalizou.

Visite os links:

https://www.globalinnovationindex.org/gii-2017-report

https://www.weforum.org/reports/the-global-competitiveness-report-2017-2018

http://www.wipo.int/portal/en/index.html