O presidente do Sindireceita, Geraldo Seixas, abriu a mesa de trabalhos durante evento promovido pelo Sindicato na tarde desta terça-feira (11), na Câmara dos Deputados. Além de debater sobre a reforma da Previdência e tributária, foi feito o lançamento da campanha “Progresso da Nação – Reformas Inteligentes para um Brasil justo”, que apresentou propostas para tornar mais simples e justo o sistema tributário brasileiro e mais eficiente o controle aduaneiro e de fronteiras no País.

Geraldo Seixas destacou que com a campanha os Analistas-Tributários têm por objetivo contribuir com as discussões relativas à reforma da Previdência e à reforma tributária. “Os Analistas-Tributários têm uma visão crítica em relação à forma como as reformas vem sendo conduzidas. Não há como discutir reforma previdenciária dissociada da reforma tributária, ” explicou Geraldo Seixas.

O presidente do Sindireceita criticou o fato de que apenas um aspecto da tributação está sendo analisado na reforma da Previdência, que é a questão das despesas, dos gastos, enquanto a receita é deixada de lado. A proposta dos Analistas-Tributários, desenvolvido pelo Grupo de Estudos Técnicos do Sindireceita, o projeto Mais Simples Mais Justo”, lançado durante o evento, é uma alternativa à reforma da Previdência defendida pelo governo federal. De acordo com Seixas, a PEC apresentada pelo Executivo ignora graves distorções no sistema tributário brasileiro, não prevê novas fontes de financiamento para Seguridade Social e acarretará impactos negativos sobretudo aos trabalhadores de baixa renda no País.

Mais Simples Mais Justo como alternativa à reforma da Previdência

Geraldo Seixas destacou ainda que o objetivo do evento, que contou com palestra da advogada Thais Riedel (veja aqui), do diretor de Estudos Técnicos do Sindireceita, Eduardo Schettino (leia aqui), e do economista Paulo Nogueira Batista Júnior (leia aqui), é debater propostas para aumentar a arrecadação de receitas, com o projeto Mais Simples Mais Justo, ao invés de conduzir uma reforma da Previdência que somente irá retirar direitos da parcela mais pobre da população.

O presidente finalizou afirmando que o evento reafirma o compromisso do Sindireceita não apenas com a categoria, mas também com o País. “Com nosso conhecimento, seria uma irresponsabilidade não propormos alternativas à reforma da Previdência, e, portanto, investimos pesadamente nesse Grupo de Estudos Técnicos que desenvolveu o projeto Mais Simples Mais Justo. Agradecemos também a participação dos nossos palestrantes e dos demais, ” concluiu Geraldo Seixas.