Os filiados do Sindireceita estão recebendo várias ligações em que uma pessoa se identifica como procurador ou advogado e informa que o filiado teria saído vitorioso de uma ação judicial e que existem valores a serem recebidos e, para que ocorra o repasse dos valores, seria necessário que o filiado depositasse previamente, em favor destes procuradores ou advogados, valores a título de adiantamento de honorários e custas.

TRATA-SE DE UMA NOVA TENTATIVA DE GOLPE.

Verificou-se que os alvos principais destes telefonemas são aposentados e pensionistas, que devem ficar atentos e não devem fornecer seus dados pessoais em cadastros ou pagar valores.

O Sindireceita não adota, nem nunca adotou, a prática de cobrar o pagamento adiantado de honorários advocatícios de seus filiados.

Todos os procedimentos judiciais para recebimento de dinheiro de ações judiciais são acompanhados pela Diretoria de Assuntos Jurídicos do Sindireceita e por escritórios devidamente contratos pelo Sindicato, conforme amplamente divulgado. Portanto, os aposentados e pensionistas não devem atender a solicitações de desconhecidos.

O Sindireceita orienta aos filiados que redobrem a atenção e não repassem qualquer informação ou valores a essas pessoas e que, quando receber estas investidas, peguem o máximo de dados possível e encaminhe um e-mail informando o caso para juridico@sindireceita.org.br.

A Diretoria Executiva Nacional informa que os precatórios ou requisições de pequeno valor – RPV – oriundas de decisões judiciais de causas conduzidas pelo Sindireceita, expedidas em nome dos filiados do Sindireceita, são depositados diretamente em conta judicial, não sendo necessário o depósito prévio de honorários ou outros valores.

O Sindireceita reafirma o seu compromisso na defesa dos direitos de seus filiados e se coloca à disposição para sanar eventuais dúvidas, pelo telefone (61) 3962.2303 e/ou pelo e-mail juridico@sindireceita.org.br.