A ação foi realizada em três lojas em Boa Vista/RR, que comercializavam aparelhos celulares e acessórios falsos de marcas famosas durante a Operação Dianzi, deflagrada nesta quarta-feira (23), com a participação dos Analistas- Tributários da Receita Federal. O objetivo da operação é combater a comercialização de produtos piratas. Os materiais apreendidos, principalmente eletrônicos e celulares, foram avaliados em R$ 150 mil.

O analista jurídico da Receita Federal, Welton Lira, informou que foram apreendidos 50 volumes de mercadorias. Cerca de 90% dos produtos vieram da China e da Guiana. Foram recolhidos os originais, que eram de descaminho, e os piratas.

A operação contou com apoio da Polícia Militar, por meio do Batalhão de Operações Especiais (Bope), Força Tática e Canil. A investigação foi conduzida pela Receita Federal. Os materiais foram entregues à Delegacia Regional, onde será aberto processo. Os produtos originais apreendidos serão leiloados ou doados para instituições, os materiais piratas serão destruídos.