Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil (RFB) participaram na noite da última segunda-feira, dia 2, da apreensão de cerca de 400 comprimidos para disfunção erétil e de aproximadamente 400 potes de cosméticos, em ação ocorrida na barreira de fiscalização na praça de pedágio de São Miguel do Iguaçu/PR. A barreira foi instalada no local como parte das ações da Operação Muralha, deflagrada ontem pela RFB, em parceria com a Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Exército, Marinha, Polícia Militar do Paraná e Polícia Civil.

Operação Muralha - medicamentos

A primeira apreensão ocorreu por volta das 18h. Na ocasião, os servidores abordaram um carro com quatro passageiros. Um deles, um cidadão de 36 anos de Santa Catarina, carregava na bagagem cerca de 400 comprimidos de medicamentos para disfunção erétil. Questionado pelos servidores, ele alegou que os medicamentos seriam para uso próprio. O homem foi preso em flagrante e encaminhado à Delegacia da Polícia Federal. Os demais passageiros foram liberados.

Operação Muralha - Palio

Posteriormente, às 19h30, os servidores abordaram um carro Palio, com placas de Matelândia/PR, no qual transitavam dois homens, identificados como pai e filho. Os servidores questionaram os passageiros e perceberam que ambos contaram diferentes histórias na entrevista, o que levantou suspeitas sobre o veículo. Em virtude disso, os servidores decidiram levar o veículo até a Ponte Internacional da Amizade para ser escaneado. Durante o processo, foram encontrados fundos falsos nas laterais do carro contendo cerca de 400 potes de cosméticos, avaliados em R$ 2 mil. O veículo e os cosméticos foram apreendidos e encaminhados à Delegacia da Receita Federal em Foz do Iguaçu. Os dois homens foram liberados.

Confira abaixo vídeos feitos no momento da apreensão por servidores atuantes na Operação Muralha. Créditos: Delegacia da Receita Federal em Foz do Iguaçu/PR.

 

Operação Muralha

A Operação Muralha conta com a participação de 200 servidores e tem como intuito fortalecer o combate ao tráfico de drogas, armas e munições e ao contrabando de medicamentos e outros produtos que entram no País vindos, especialmente, do Paraguai. A barreira de fiscalização instalada em São Miguel do Iguaçu é o principal ponto de atuação da operação. O local conta com infraestrutura para abrigar os servidores que atuarão, em ações de fiscalização e controle aduaneiro, durante 24h por dia, com intuito de verificar veículos que transitam no local no sentido Foz do Iguaçu – Cascavel, no Paraná.

Além da fiscalização na barreira, a Operação Muralha também conta com a participação de equipes volantes para a fiscalização de estradas secundárias da região, nas margens do Rio Paraná e do Lago de Itaipu. (Com informações da Assessoria de Comunicação da Receita Federal em Foz do Iguaçu/PR).