É essencial que os servidores aposentados lutem contra a reforma administrativa!

 

Os servidores já aposentados do Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) também serão afetados pela Reforma Administrativa (PEC 32/2020), caso ela seja aprovada pelo Congresso.

Hoje, o índice de reajuste salarial dos servidores da ativa é repassado automaticamente às aposentadorias do RPPS. A Reforma acaba com essa paridade e os aposentados ficarão à própria sorte para conseguir reajustes. Além disso, a PEC 32 prevê que os novos servidores contribuirão ao Regime Geral de Previdência Social (RGPS) e não ao RPPS.

Dessa forma, as contribuições desses novos servidores deixarão de abastecer o regime dos atuais aposentados e serão encaminhadas ao INSS, o que vai gerar um colapso no RPPS e, provavelmente, o seu fim.

 

Campanha

O Sindireceita, em conjunto com as demais entidades que compõem o Fonasefe, lançaram, no ano passado, uma ampla mobilização contra a reforma Administrativa, apresentada pelo governo. Além de mobilizações conjuntas em todo o país as entidades que integram o Fonasefe também estão promovendo uma ampla campanha de conscientização e de esclarecimento da importância dos serviços públicos e de seus servidores e dos prejuízos e riscos que a reforma administrativa pode trazer para a sociedade e para o desenvolvimento do país.

Um dos pontos fundamentais da campanha é a participação de todos os servidores públicos. Nesse sentido, é essencial que os Analistas-Tributários compartilhem em suas redes sociais as peças, vídeos, textos e demais ações da campanha. Sempre que reproduzir o material da campanha é fundamental utilizar nas redes sociais as hashtags #naoareformaadministrativa e #respeiteoservidorpúblico. Também siga as redes sociais da Fenasps: no Facebook, no Twitter e no Youtube.

#naoareformaadministrativa #defendaoserviçopublico #estabilidadesim #corrupçaonao #fonasefe