O Líder do PT na Câmara dos Deputados, Henrique Fontana (PT/RS) recebeu ontem o presidente da DEN, Paulo Antenor de Oliveira e o Diretor de Assuntos Parlamentares, Rodrigo Thompson. Durante o encontro o líder do PT garantiu apoio ao Movimento em Defesa do Estado, lançado na última quarta-feira (17) na Câmara dos Deputados. O Deputado também se colocou a disposição para discutir as propostas do movimento.

Ato marcará apresentação do Movimento em defesa do Estado Brasileiro ao Governo

O Movimento, lançado esta semana na Câmara dos Deputados, representa mais de 70 mil servidores públicos e defende a organização estrutural das Carreiras de Estado por meio da valorização do servidor público concursado efetivo na Administração.

O ato será uma forma dos servidores apresentarem formalmente o Movimento ao Governo. Após a concentração em frente ao Ministério, uma comitiva representativa das entidades deve ser recebida em audiência pelo ministro Paulo Bernardo para entrega do manifesto, que contém os principais ideais do Movimento. O início do ato está previsto para às 10h.

As entidades também fizeram um balanço do Movimento e consideraram que a transferência do lançamento para o Auditório Nereu Ramos, que inicialmente seria no Salão Verde da Câmara dos Deputados, foi muito positiva porque foi possível aos parlamentares se pronunciarem sobre a iniciativa. ?A solução foi significativa e fiquei surpreendido com o comprometimento dos servidores que compareceram ao evento, o que demonstra a preocupação com a melhoria do Estado Brasileiro. Para o inicio está muito bom, mas ainda têm muitas ações para serem realizadas?, enfatizou o presidente Paulo Antenor de Oliveira.

Outro assunto debatido na reunião foi o ingresso de novas entidades representativas do Ciclo de Gestão e do Fisco Federal no Movimento. Foi aprovado um indicativo com cinco itens com os requisitos de ingresso e que será debatido no próximo encontro, marcado para segunda-feira (22), às 14h, no Sindireceita. De acordo com o indicativo, as entidades que manifestarem interesse em participar do Movimento devem concordar integralmente com o manifesto elaborado, respeitar o princípio de que o Movimento seja apartidário, não estar vinculada a nenhuma central e ratear 100% os custos. Além disso, o Movimento fará uma análise e aprovação prévia de cada entidade.

O presidente do Sindicato dos Técnicos da Receita Federal (Sindireceita) concedeu entrevista ao vivo, nesta quarta-feira (17), em rede nacional, durante o programa do jornalista Heródoto Barbeiro da Central Brasileira de Notícias (CBN). Desde o início do atual governo foram criadas cerca de 82 mil cargos na administração pública federal. O aumento no número de servidores foi de 15,6%.

Na avaliação de Antenor, a criação de cargos é importante, mas está longe de resolver os problemas da administração. ?Sem dúvida a contratação reforça o Estado, mas não basta contratar?, disse. ?O mais importante é reforçar a estrutura, como o Sindicato tem lutado para melhorar a relação fisco-contribuinte?, acrescentou. Outro fator que deve ser tratado com cuidado, segundo ele, é a criação dos cargos comissionados, os chamados cargos de confiança. ?As gratificações devem ser dadas por mérito, não adianta ter um padrinho e não entender nada de administração pública?, destacou.

Ouça aqui a íntegra da entrevista

Paulo Antenor concede entrevista à TV Nacional