A Receita Federal, com atuação dos Analistas-Tributários e a Polícia Federal deflagraram hoje (06), a Operação Loop.  O alvo da ação é uma organização criminosa que praticava contrabando de cigarros e descaminho de mercadorias. Há indícios também de comercialização de ferramentas falsificadas. O grupo atuava em Belo Horizonte, Prudente de Morais, Conselheiro Lafaiete e região.

Participaram 12 servidores da Receita Federal, 20 da Polícia Federal, que cumpriram seis mandados de busca e apreensão em estabelecimentos comerciais, depósitos e residências localizadas em Belo Horizonte e Prudente de Morais/MG.

Os investigados vão responder pelos crimes de Descaminho, Contrabando, Art. 334 do Código Penal e Violação ao direito de Marca, Art. 190 Lei nº 9279, de 1996.  O nome da operação faz alusão ao esquema de repetição continuada praticada pelos infratores.