Entre os dias 15 e 19 de fevereiro, os Analistas-Tributários atuaram em apreensões de drogas e operações de retenção de mercadorias ilegais em todo o país. Na quarta-feira (17), Analistas-Tributários da Receita Federal, em conjunto com a Polícia Federal, desencadearam operação contra o descaminho de mercadorias chinesas – avaliadas em cerca de R$ 400 mil – introduzidas clandestinamente no Brasil, via território uruguaio, no município de Santa Vitória do Palmar (RS).

Na quinta-feira (11), Analistas-Tributários da Equipe de Vigilância e Repressão (EVR) da Delegacia da Receita Federal em Ponta Grossa/PR atuaram na apreensão de um caminhão Volvo FH12 380, carregado com cigarros contrabandeados do Paraguai, na região do município de Ibaiti/PR. A carga apreendida foi estimada em 50 mil pacotes, num total de R$ 2,5 milhões.

Analistas-Tributários da Alfândega de Guarulhos atuaram na apreensão de 4 kg de cocaína com um passageiro Aeroporto de Cumbica/SP na última terça-feira (16). A droga foi localizada pela Receita Federal por meio de critérios de análise de risco e inteligência.

Atuação dos Analistas-Tributários

Como atividade essencial à proteção da sociedade e do Estado, os Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil que atuam na Aduana mantêm a rotina de trabalho nos postos de fronteira terrestre, aeroportos e portos de todo o país.

Inclusive, os Analistas-Tributários reforçaram sua atuação para contribuir com a sociedade nesse momento, reafirmando o objetivo de garantir controle aduaneiro nas atividades de importação e exportação e, principalmente, assegurar a realização das atividades de fiscalização, vigilância e repressão, mesmo durante a pandemia de coronavírus.