Analistas-Tributários atuam na apreensão de 54 quilos de cocaína em um contêiner carregado de limões no Porto de Santos, no litoral de São Paulo. A droga foi interceptada durante uma operação realizada na quinta-feira (10) e tinha como destino o Porto de Hamburgo, na Alemanha. O cão farejador da Receita participou da inspeção e indicou onde a droga estaria escondida. Em seguida, os servidores da RFB abriram a parede do contêiner, onde foram localizados diversos tabletes de cocaína, no lugar do isolamento térmico. A técnica de esconder a droga nas paredes da caixa metálica foi observada nas últimas apreensões realizadas no Porto de Santos.

Ainda no Porto de Santos, os Analistas-Tributários atuaram na apreensão de 79 quilos de cocaína que também estavam escondidos em um contêiner e prestes a ser embarcado para a Europa. A apreensão foi realizada na última quarta-feira (9). A droga também foi havia sido inserida na estrutura da caixa metálica de um contêiner, na parede do fundo, no lugar do isolamento térmico. O contêiner foi selecionado para conferência por meio de critérios objetivos de análise de risco e durante a inspeção, o cão farejador sinalizou positivamente para a presença de drogas. A equipe abriu a parede do fundo do contêiner e localizou, no seu interior, diversos tabletes de cocaína, que totalizaram 79 quilos.

Analistas- Tributários do Serviço de Vigilância e Repressão ao Contrabando e Descaminho da Alfândega do Porto de Manaus (SEREP) atuaram em operações em empresas de transporte aéreo de cargas, localizadas na zona oeste da capital amazonense, no dia 1º de setembro, que resultou na retenção de aproximadamente R$ 140 mil em produtos com suspeita de descaminho. Entre as mercadorias retidas havia jogos eletrônicos, acessórios para celulares, fones de ouvido, lâmpadas, alto-falantes e relógios.

Analistas-Tributários da Divisão de Repressão ao Contrabando e Descaminho da Receita Federal atuaram na apreensão de 150 mil maços de cigarros de origem paraguaia  avaliados em mais de R$ 750 mil. A apreensão ocorreu durante uma abordagem a um caminhão na rodovia que liga Porto Alegre à Gravataí. A ação de fiscalização também resultou na prisão em flagrante do motorista e proprietário do caminhão, que foi encaminhado para a polícia judiciária.

Em ação realizada na sexta-feira (28 de agosto), Analistas – Tributários da Alfândega da Receita Federal em Santos atuaram na interceptação de 126,5 kg da cocaína que estavam escondidos em um contêiner refrigerado. Esta foi a sétima apreensão de drogas feita pela Receita Federal no mês de agosto no Porto de Santos, totalizando 1.235,5 kg. Ao todo, neste ano, a Receita Federal já apreendeu 12,6 toneladas de cocaína no complexo portuário santista.

Analistas-Tributários participaram de blitz de combate ao tráfico de drogas em conjunto com a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) e com a Polícia Rodoviária Federal (PRF). A operação foi realizada no posto de fiscalização da PRF, localizado na rodovia BR 304, no município de Aracati, no Litoral Leste do Estado, na quinta-feira (3), e contou com o apoio dos cães farejadores do Núcleo de Operações com Cães (NOC) da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD).

Atuação dos Analistas-Tributários

Como atividade essencial à proteção da sociedade e do Estado, os Analistas-Tributários reforçaram sua atuação para contribuir com a sociedade nesse momento, reafirmando o objetivo de garantir controle aduaneiro nas atividades de importação e exportação e, principalmente, assegurar a realização das atividades de fiscalização, vigilância e repressão, mesmo durante a pandemia de coronavírus.

Os Analistas-Tributários estão na linha de frente atuando na facilitação do comércio exterior, mas agindo também para garantir o combate ao contrabando, descaminho e tráfico internacional de drogas por todo o país.