Os Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil vêm mantendo sua rotina de trabalho nos postos de fronteira terrestre, aeroportos e portos de todo o país durante a pandemia de coronavírus. Na quinta-feira (18), os Analistas-Tributários atuaram na apreensão de duas toneladas de cocaína no porto de Ilhéus/Bahia, avaliada em R$ 358 milhões. A droga foi encontrada numa carga de 368 toneladas de soja, que estava armazenada no porto e seguiria para a Europa, tendo Bruxelas (Bélgica) como destino final. A droga apreendida está avaliada em mais de R$ 358 milhões.

De 17 a 21 de junho, a Equipe de Vigilância e Repressão (EVR) de Mundo Novo/MS, com a atuação de Analistas-Tributários, coordenou uma operação de combate ao contrabando na divisa com o Paraguai, que contou também com o apoio do Centro de Operações Aéreas (Ceoar) e da Equipe de Pronta Resposta (EPR) da Corep.

No dia 19, um caminhão foi flagrado entrando no país com 300 caixas de cigarros paraguaios, e no dia 21 um porto clandestino foi identificado pelo helicóptero do Ceoar e monitorado pelas equipes. Um caminhão carregado, um veículo batedor e um barco foram apreendidos com aproximadamente 500 caixas de cigarros. O prejuízo para as organizações criminosas supera a quantia de R$ 2 milhões.

Analistas-Tributários atuaram nesta terça-feira (23) na apreensão de três quilos de skunk escondidos em fundo falso no Aeroporto Eduardo Gomes, em Manaus. Os servidores localizaram com a ajuda do Odin, cão de faro da equipe k9 e com a utilização do equipamento de escâner, uma bagagem suspeita onde foi constatada a presença da droga escondida em fundo falso. A passageira, que tinha como destino a cidade do Rio de Janeiro, foi presa.

O Serviço de Vigilância Aduaneira da Alfândega da Receita Federal no Aeroporto do Galeão (Sevig/ALF/GIG), com a atuação de Analistas-Tributários, em operação de rotina na noite desta última quarta-feira (24/6), detectou uma mala contendo R$ 711 mil em espécie. A mala foi despachada em voo doméstico por um passageiro de 28 anos, domiciliado em Aracaju (Sergipe). Os servidores do Sevig comunicaram imediatamente a ocorrência à Polícia Federal, que reteve o dinheiro e conduziu o passageiro à delegacia.

Analistas-Tributários das equipes de Aduana da Receita Federal atuaram na retenção de dois veículos com mercadorias ilegais nesta quinta-feira (18) nos municípios de Jaguarão e Aceguá, no Rio Grande do Sul, ambos na fronteira com Uruguai. Nos veículos foram localizadas mercadorias descaminhadas, trazidas do Paraguai, avaliadas em 22 mil.

Atuação dos Analistas – Tributários

Como atividade essencial à proteção da sociedade e do Estado, os Analistas-Tributários reforçaram sua atuação para contribuir com a sociedade nesse momento, reafirmando o objetivo de garantir controle aduaneiro nas atividades de importação e exportação e, principalmente, assegurar a realização das atividades de fiscalização, vigilância e repressão, mesmo durante a pandemia de coronavírus.

Os Analistas-Tributários estão na linha de frente atuando na facilitação do comércio exterior, mas agindo também para garantir o combate ao contrabando, descaminho e tráfico internacional de drogas por todo o país.