Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil vêm mantendo sua rotina de trabalho nos postos de fronteira terrestre, aeroportos e portos de todo o país durante a pandemia de coronavírus. Nesta segunda-feira (24), em uma ação conjunta da Receita Federal e Polícia Rodoviária Federal, os Analistas-Tributários atuaram na retenção de 348 mil cigarros contrabandeados do Paraguai na BR – 282 em Lages/SC.

Durante fiscalização conjunta a um caminhão-baú VW de São Leopoldo/RS, os Analistas- Tributários e agentes da PRF encontraram o compartimento de carga lotado com as caixas de cigarro. A mercadoria está avaliada em R$ 1,74 milhões de reais, recursos financeiros que deixaram de cair nas mãos do crime organizado. A ação faz parte da Operação Escudo que realizou operações no Paraná e Santa Catarina e cujo objetivo é combater o contrabando vindo das fronteiras.

Analistas- Tributários atuaram na retenção de mais de R$ 1 milhão em mercadorias sem notas fiscais, em Cascavel, no oeste do Paraná, e região. Ação também faz parte da Operação Escudo. As informações foram divulgadas na sexta-feira (21). As mercadorias foram encontradas em centros de distribuição dos Correios, transportadoras e comércios locais.

Analistas-Tributários atuaram em operação encerrada nesta sexta-feira (21) que reteve 500 mil pares de sapatos falsificados, avaliados em R$ 35 milhões, em shopping popular na região do Brás, em São Paulo. A ação teve início na terça-feira (18) e foi concluída no dia 21. Os itens falsos estavam expostos nas vitrines e no interior da loja, além de constarem no estoque. Durante a ação, os agentes também encontraram calçados escondidos em um fundo falso.

A Equipe K9 da Receita Federal em Manaus/AM atuou na apreensão de 32 quilos de skunk e 30 quilos de cocaína no último domingo (16), no aeroclube da capital amazonense, no bairro Flores. A operação foi coordenada pelo Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc) e contou com a participação do Serviço de Vigilância e Repressão ao Contrabando e Descaminho da Alfândega do Porto de Manaus (Serep) e do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera). Os entorpecentes estavam escondidos em cilindros de oxigênio no aeroclube e foram localizados com apoio do cão de faro do órgão Odin, que tem como condutor um Analista-Tributário da RFB.

Atuação dos Analistas-Tributários

Como atividade essencial à proteção da sociedade e do Estado, os Analistas-Tributários reforçaram sua atuação para contribuir com a sociedade nesse momento, reafirmando o objetivo de garantir controle aduaneiro nas atividades de importação e exportação e, principalmente, assegurar a realização das atividades de fiscalização, vigilância e repressão, mesmo durante a pandemia de coronavírus.

Os Analistas-Tributários estão na linha de frente atuando na facilitação do comércio exterior, mas agindo também para garantir o combate ao contrabando, descaminho e tráfico internacional de drogas por todo o país.