Os Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil vêm mantendo sua rotina de trabalho nos postos de fronteira terrestre, aeroportos e portos de todo o país durante a pandemia de coronavírus. Na última terça-feira (7), Analistas-Tributários da Seção de Vigilância Aduaneira da Alfândega da Receita Federal no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, em Manaus/AM, atuaram na retenção de relógios e acessórios para telefone celular.  Na fiscalização do voo procedente de Guarulhos, foi identificado um passageiro que transportava seis malas contendo cerca de 1.100 relógios e 420 acessórios de telefones celular, dentre os quais baterias, cabos de carregador e telas de telefone celular.

Em ação integrada entre as unidades da 9ª Região Fiscal da Receita Federal, Analistas-Tributários atuaram na retenção de 800 smartphones durante operação de combate ao contrabando e descaminho realizada na segunda-feira (6), próximo à cidade de Maringá/PR. As mercadorias irregulares foram localizadas no fundo falso de um caminhão-baú carregado de pacotes de farinha de trigo.  Segundo o motorista, a carga foi embarcada em Marechal Cândido Rondon/PR e teria como destino a cidade de Cruzeiro, no interior de SP. Os smartphones foram avaliados em R$ 800 mil.

Analistas-Tributários, em trabalho conjunto com a Polícia Rodoviária Federal no município de Jataí e com o COD/Polícia Militar no município de Caçu, ambos no Estado de Goiás, atuaram na retenção de dois veículos e diversas mercadorias, como celulares e material de informática. Estima-se um prejuízo superior a 400 mil reais aos infratores. Ambos os condutores informaram vir da região de Ponta Porã/MS, fronteira com o Paraguai, trazendo mercadorias introduzidas no país de forma irregular.

Na quarta-feira (8), Analistas-Tributários participaram de ação conjunta com a Prefeitura de São Paulo que resultou na retenção mais de 15 mil pares de calçados falsificados no shopping popular do Brás na região central do estado. Os itens retidos são avaliados em até R$ 2,5 milhões. Além da perda das mercadorias, os responsáveis podem responder pelo crime de contrabando.

Analistas-Tributários atuaram na retenção de um veículo carregado com mercadorias suspeitas de contrabando e descaminho, em São José/SC, na sexta-feira (3). A operação foi realizada pela Equipe de Vigilância e Repressão (EVR) da Alfândega do órgão em Florianópolis/SC. No mesmo dia, Analistas-Tributários, juntamente com a Polícia Federal atuaram ainda na retenção de mais de um milhão de maços de cigarros paraguaios, em Cachoeirinha/RS, na sexta-feira (03. O carregamento, avaliado em mais de R$ 5 milhões, foi localizado em depósito clandestino de cigarros paraguaios descoberto pelos servidores.  Além dos cigarros, os servidores também retiveram um caminhão furgão e um veículo de passeio encontrados no depósito.

Atuação dos Analistas-Tributários

Como atividade essencial à proteção da sociedade e do Estado, os Analistas-Tributários reforçaram sua atuação para contribuir com a sociedade nesse momento, reafirmando o objetivo de garantir controle aduaneiro nas atividades de importação e exportação e, principalmente, assegurar a realização das atividades de fiscalização, vigilância e repressão, mesmo durante a pandemia de coronavírus.

Os Analistas-Tributários estão na linha de frente atuando na facilitação do comércio exterior, mas agindo também para garantir o combate ao contrabando, descaminho e tráfico internacional de drogas por todo o país.