Analistas-Tributários da Receita Federal aprovaram por ampla maioria de votos a realização de greve nos dias 10, 11 e 12 de abril. A decisão foi tomada em Assembleia Geral Nacional Unificada realizada pela categoria de 02 a 05 de abril. Além de aprovar a realização da greve durante três dias, os ATRFBs também aprovaram a manutenção do Regime Permanente de AGNU. Os indicativos propostos pela Diretoria Executiva Nacional foram aprovados por ampla maioria pelos Analistas-Tributários que participaram da AGNU.

A greve é um protesto contra a morosidade na regulamentação do Bônus de Eficiência e Produtividade; contra o não cumprimento integral do acordo salarial assinado há mais de dois anos, contra as ameaças contidas na MP 805/2017 e contra a Portaria nº 310/2018, que determina a mudança no regime de plantão dos Analistas-Tributários. A categoria realizará mobilizações e assembleias locais nos dias de greve, conforme orientações da Diretoria Executiva Nacional do Sindireceita.

Nestes três dias de greve vários serviços e atividades ficam prejudicados ou suspensos na Receita Federal. Confira aqui as orientações para a greve. A Diretoria Executiva Nacional do Sindireceita reforça mais uma vez que a unidade é necessária e importante nesse momento, assim como a participação de cada Analista-Tributário é fundamental até que seja concretizado o acordo salarial da categoria e regulamentado o Bônus de Eficiência e Produtividade, conquistas que só se darão com a luta conjunta de todos.

A DEN cumprimenta todos os filiados que compareceram à AGNU e participaram da votação. A atuação da categoria faz-se necessária nesse período de greve e de AGNUs semanais, por isso, é fundamental a integração de todos os Analistas-Tributários nesse processo até o término das mobilizações. A cooperação da categoria é essencial para consolidação das lutas e para a conquista da vitória desejada por todos.

Veja aqui o ofício entregue à Receita Federal informando a deliberação dos Analistas-Tributários.

Para ver o resultado da AGNU:

Entre na área restrita e clique na opção AGNU – Ver Resultados.

Os resultados também estão disponíveis no aplicativo do Sindireceita.