Do dia 22 ao dia 28 de fevereiro, Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil (RFB) apreenderam maconha, cocaína, sprays de pimenta; retiveram cigarros contrabandeados, remessas postais irregulares, ônibus carregados com mercadorias, relógios, smartphones, artigos de perfumaria e artigos de tabacaria sem documentação comprobatória de regularidade. Somadas todas as apreensões e retenções neste período, foram milhões de reais em drogas e mercadorias que prejudicariam os cofres públicos e a economia nacional.

Os Analistas-Tributários abordaram no dia 23, um caminhão com placas de Umuarama/PR e verificaram que havia uma carga de cigarros escondida em dois fundos falsos. Diante do flagrante, retiveram o caminhão carregado com 400 caixas de cigarros contrabandeadas do Paraguai. A carga avaliada em R$ 1 milhão foi retida na Rodovia Celso Garcia Cid, próxima ao trevo de Sertanópolis/PR, em direção à fronteira com o estado de São Paulo. A ação contou com a participação de servidores da DRF Londrina, em conjunto com as Equipes de Vigilância e Repressão Aduaneira de Foz do Iguaçu/PR, Cascavel/PR, Curitiba/PR e Florianópolis/SC.

Analistas-Tributários da Receita Federal também atuaram na apreensão de 326 kg de cocaína na manhã de quarta-feira, dia 27, em contêiner no Porto de Paranaguá, no litoral do Paraná. A carga estava escondida dentro de pallets, junto com peças automotivas, e seria levada para a cidade de Le Havre, na França.

Em outra operação, no dia 25 de fevereiro, Analistas-Tributários apreenderam 5,9 kg de cocaína no Aeroporto Internacional de Guarulhos. O trabalho foi realizado por Analistas-Tributários condutores de cães de faro, chamados de condutores de K9. A droga estava escondida em caixas de som, em bagagem despachada por passageira brasileira que viajaria para Conakry, capital da República da Guiné.

Por meio de abordagem e vistoria a uma van paraguaia, onde estavam o motorista e três passageiros, Analistas-Tributários participaram no dia 22 da apreensão de 100 frascos de sprays de pimenta em uma caixa lacrada, uma placa para máquina caça-níquel, objeto proibido no Brasil e, também, simulacros de arma de fogo e mercadorias do Paraguai.

Diante da não comprovação da importação das mercadorias, seja pela falta de nota fiscal ou outro documento comprovatório de regularidade fiscal, como pela apresentação de documentos comprobatórios suspeitos de serem falsos ou inidôneos, Analistas-Tributários participaram da retenção de 199 volumes de remessas postais irregulares em Foz do Iguaçu/PR, dia 22. A ação foi realizada pela Alfândega da RFB em Foz do Iguaçu no Centro de Distribuição de Remessas Postais do município e no dia 26 outra operação no Centro de distribuição de remessas postais de Foz do Iguaçu/PR resultou na retenção de outros 133 volumes irregulares.

Por meio de revista pessoal a um transeunte, Analistas-Tributários participaram da apreensão de 10 tabletes de maconha em posse de pedestre, na Ponte Internacional da Amizade, em Foz do Iguaçu/PR, no dia 22 de fevereiro. A ação ocorreu quando o transeunte não obedeceu a ordem de parada e tentou fugir da fiscalização.  Os servidores conseguiram abordar o viajante e iniciaram uma revista pessoal. Durante a inspeção, foram encontrados 10 tabletes de maconha e R$ 256,00 na mochila do pedestre, que foi detido e encaminhado à Delegacia da Polícia Federal em Foz do Iguaçu/PR.

Mais de R$ 55 mil em mercadorias e R$ 2 mil em cigarros foram retidos com a participação de Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil (RFB) na última sexta-feira, no fim de semana, na Ponte Internacional da Amizade, em Foz do Iguaçu/PR. As mercadorias estavam escondidas em fundos falsos em dois veículos.

Em outra operação, na BR-277, em Santa Terezinha de Itaipu/PR, Analistas-Tributários atuaram na retenção de dois ônibus carregados com mercadorias. Estima-se que o valor total das mercadorias ultrapasse R$ 350 mil. Os veículos foram abordados por possuírem características suspeitas. Após a inspeção dos bagageiros, constatou-se que todos estavam transportando grande quantidade de mercadorias oriundas do Paraguai sem comprovação de importação regular. Além disso, um dos ônibus transportava várias bagagens com cigarros ocultos em caixas de mercadorias e cobertores.

Outro trabalho que resultou na apreensão de um veículo paraguaio carregado com aproximadamente 102 quilos de maconha foi realizado no dia 24 de fevereiro, na Ponte Internacional da Amizade, no âmbito da Operação Fronteira Integrada, em ação conjunta com a Força Nacional e policiais do BPFron. Depois de desconfiar de um veículo, servidores da Receita Federal realizaram acompanhamento tático do veículo e a ação exitosa resultou na retenção de uma carga com 50 caixas de cigarros avaliada em R$ 130 mil, em Cambé/PR, no dia 27 de fevereiro.

Outra apreensão que chamou a atenção foi de 3kg de metanfetamina ocultas na bagagem de um passageiro no Aeroporto Internacional de Guarulhos/SP. A ação foi realizada em conjunto com a Polícia Federal. Os servidores da Receita Federal identificaram a substância suspeita oculta em fundo falso da mala do passageiro e acionaram a Polícia Federal. O brasileiro, de 24 anos, desembarcava de um voo internacional que vinha de Lisboa, Portugal. Conforme informou aos policiais, ele recebera a droga de um desconhecido na cidade de Amsterdã, na Holanda, e que receberia pagamento em dinheiro pelo transporte até a cidade de Florianópolis/SC. O suspeito foi preso em flagrante e responderá por tráfico internacional de drogas.