O secretário-geral do Sindireceita, Marcelo Arruda, afirmou na quinta-feira (28), no programa “Ribeirão em Movimento” da TV Thathi, em Ribeirão Preto, que é contrário a reforma da Previdência da forma como foi apresentada pelo governo Bolsonaro, pois entende que a PEC (6/2019) é muito mais rígida que aquela proposta por Michel Temer em 2018, e que vai retirar direitos dos trabalhadores.

Durante o programa de TV, foi apresentado um vídeo da auditora aposentada da Receita Federal e fundadora do movimento Auditoria Cidadã da Dívida, Maria Lúcia Fattorelli, onde ela desmistifica o argumento de que existe um déficit na Previdência Social do País. Marcelo Arruda concordou com a auditora: “Existem diversas fontes de financiamento da Seguridade Social previstas na CF, no entanto, o governo omite informações quando apresenta os números para a população. Por isso, vamos propor alterações na proposta para combater graves injustiças que estão sendo promovidas por alguns dispositivos da PEC da reforma da Previdência, ” explicou Marcelo Arruda.

Também participaram do programa o vice-presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto e o diretor-executivo de Educação do Sindicato, respectivamente, Alexandre Pastova e Donizete Barbosa. Assista aqui o programa completo: https://bit.ly/2EVZZIZ