Mais uma semana de luta se inicia para os Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil (RFB). Dos dias 15 a 17 de maio teremos, além da greve nacional já aprovada pela categoria, uma nova Assembleia Geral Nacional Unificada (AGNU). Nesta AGNU, vamos deliberar sobre a continuidade e o acirramento da greve.

A Diretoria Executiva Nacional (DEN) do Sindireceita conclama todos os colegas Analistas-Tributários a fortalecerem a greve realizada no período e a participarem das Assembleias em seus estados. A Diretoria orienta ainda que, na oportunidade da AGNU, a categoria vote pela aprovação da manutenção do Regime Permanente de AGNU, bem como pela ampliação para cinco dias de greve nas próximas duas semanas (de 21 a 25 de maio e de 28 de maio a 1º de junho).  Veja aqui, o Edital de Convocação de AGNU de 15 a 17 de maio. Confira aqui,  os Indicativos e a Avaliação de Conjuntura.

Estamos diante de um grave cenário de desrespeito à Carreira Tributária e Aduaneira e à Receita Federal, que exige de todos nós clareza, união e combatividade na defesa dos nossos direitos. Não há outro caminho a seguir, além do fortalecimento da greve, uma vez que todas as vias de diálogo com o governo federal já se esgotaram.

A situação torna-se ainda mais grave diante da intenção de setores do Poder Executivo de enviar novamente as discussões sobre a regulamentação do Bônus de Eficiência e Produtividade ao Congresso Nacional. Não podemos permitir este retrocesso! Cabe a cada um de nós, Analistas-Tributários, dialogar com as lideranças políticas nos estados e ampliar a greve da categoria, de forma a dar uma resposta à altura da ameaça posta.

Analista-Tributário, participe da AGNU nos dias 15 a 17 de maio!

Convoque todos os colegas de sua unidade para aderir à greve!

A união, força e luta da categoria são fundamentais para o futuro da Carreira Tributária e Aduaneira da Receita Federal do Brasil!

Vamos à luta!

Diretoria Executiva Nacional (DEN) Sindireceita