Nesta semana, de 16 a 20 de setembro de 2019, os Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil atuaram na retenção de madeira de diversas espécies irregulares no município de Breves, no Pará, drogas e mercadorias ilegais nos portos, aeroportos e fronteiras brasileiras.

A retenção de cerca de 1.500 m³ (690 toras) de madeira de diversas espécies irregulares ocorreu no município de Breves, no Pará. A carga foi apreendida por não apresentar documentos de comprovação da sua origem. A ação foi realizada a bordo do navio Patrulha Bracuí e em conjunto com servidores da Receita Federal, Marinha do Brasil, Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade e da Delegacia do Meio Ambiente.

Na quinta-feira, 19, os Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil atuaram na apreensão de 20 kg de maconha em um ônibus no posto fiscal de Bom Jesus, em Medianeira/PR. Durante a vistoria das bagagens, os fiscais encontraram cerca de 20 kg de maconha dentro de uma mala que estava no bagageiro do ônibus. A passageira identificada como proprietária da bagagem contou que recebeu a mala momentos antes de embarcar, na rodoviária de Foz do Iguaçu, e que receberia R$ 2 mil reais pelo transporte.

Os Analistas-Tributários também alertaram o Ibama, nesta quarta-feira (18), sobre o despejo de resíduos no mar realizado pela agência marítima Orion, representante brasileira do navio estrangeiro Rook. Durante o patrulhamento marítimo realizado pela equipe da Receita Federal, na área onde os navios aguardam para acessar o cais, os servidores constataram a irregularidade. O Ibama multou o navio em mais de R$ 1 milhão.

Nesta terça-feira (17), em uma operação conjunta entre a EFB e a PRF, em Santa Terezinha do Itaipu/PR, os Analistas-Tributários abordaram um ônibus com grande quantidade de mercadorias ilegais. Entre os itens estão medicamentos, eletrônicos e a droga crack cujo valor estimado é de U$ 30 mil.

No último domingo (15), os Analistas-Tributários atuaram na apreensão de 8 kg de maconha em Medianeira/PR em um ônibus de linha com itinerário de Assunção para Florianópolis. Durante a fiscalização, com o auxílio do cão farejador Drago, da equipe k9 da Receita Federal, os servidores encontraram a droga escondida na bagagem de um passageiro menor de idade. O garoto relatou que adquiriu o entorpecente no bairro Cidade Nova, em Foz do Iguaçu, e entregaria a droga em Joinville/SC.