Os diretores do Sindireceita Ricardo Ramos (Formação Sindical e Relações Intersindicais) e Breno Rocha participaram nesta quarta-feira, dia 1º de novembro, do encontro do Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe) para debaterem e deliberarem sobre o anúncio das medidas que visam ao ajuste fiscal do governo federal.

Na ocasião, os servidores federais planejaram uma luta conjunta cogitando, inclusive, uma greve geral das categorias. Entre os encaminhamentos debatidos no encontro, foi deliberada a realização de uma audiência pública, na Congresso Nacional, para tratar sobre os ataques ao funcionalismo e em defesa dos serviços públicos; a construção de ações jurídicas pelo coletivo jurídico, composto pelos departamentos ou diretorias jurídicas das entidades que compõem o Fonasef, contra as medidas provisórias que atingem o funcionalismo público; a construção do Dia Nacional de Lutas (10 de novembro); a realização de uma caravana com manifestação em Brasília a partir da segunda quinzena de novembro; a reunião entre Fonasefe e Fonacate para discutir ações unificadas; a reunião dia 7 de novembro, às 14h, na Fenajufe em Brasília, com a participação da Pública Central Sindical e de todas as demais entidades nacionais dos servidores públicos; e a reunião do coletivo de comunicação que irá unificar todas as assessorias de comunicação das entidades do funcionalismo para construir uma campanha de mídia.

“O Sindireceita segue atuando pela preservação dos direitos da categoria, participando, inclusive, das discussões conjuntas do funcionalismo público, pois será extremamente necessário que todos os servidores demonstrem sua capacidade de luta e de mobilização. É importante mantermos nossa unidade”, destacou o diretor do Sindireceita, Breno Rocha.