O Sindireceita participou na manhã desta quarta-feira, dia 23, do relançamento da Frente Parlamentar Mista do Serviço Público na Câmara dos Deputados. O Sindireceita foi representado pelo diretor de Assuntos Previdenciários, Sérgio de Castro, e pelo delegado sindical do Sindireceita em Aracaju/SE, José Reinaldo Bastos Rodrigues, e o secretário de Finanças da DS, Fernando Antônio Dantas Júnior.

A Frente, que retorna à ativa nesta legislatura, tem o apoio de sindicatos, associações, federações e centrais sindicais. A nova coordenação será colegiada entre a deputada Alice Portugal (PCdoB-BA), o senador Paulo Paim (PT-RS), o deputado Danilo Cabral (PSB-PE) e a senadora Zenaide Maia (PROS-RN).

Um dos objetivos da Frente, lançada pela primeira vez em 2007, é barrar projetos que acabam com leis de proteção ao servidor público, em tramitação no Congresso Nacional. “Diante da grande ofensiva contra o serviço público e seus servidores, a Frente atuará na defesa dos que trabalham no serviço público, assim como de um serviço público de qualidade no atendimento das necessidades da população, quer na esfera federal, como nos estados e municípios”, afirmam os parlamentares.
Após o ato de lançamento da Frente foi lido um manifesto em defesa do serviço público e realizado o seminário “Expectativas com as Reformas Administrativa e Sindical”.

Histórico

A Frente Parlamentar Mista do Serviço Público teve seu início em 2007, sob a presidência do então deputado Rodrigo Rollemberg (PSB/DF), desde seu lançamento atuou na defesa dos direitos e garantias dos servidores públicos.

Relançada em 13 de setembro de 2016, sob a coordenação do senador Paulo Paim (PT-RS) e da deputada Alice Portugal (PCdoB-BA), a Frente declarou logo no lançamento ter como objetivo barrar projetos que aniquilam o arcabouço de leis de proteção ao servidor público, em tramitação no Congresso Nacional.

No Congresso Nacional, a luta será por meio do combate ao conjunto de normas e projetos que prejudiquem tanto os servidores quanto os que dependem dos serviços prestados pelas instituições públicas. Da mesma forma, a Frente pretende discutir a apresentação de propostas que contemplem os objetivos e as necessidades dos servidores e da sociedade com um serviço público digno e de qualidade.